SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número1Gestão de políticas sociais: a importância das articulações institucionais e setoriais em programas de segurança alimentar e nutricionalRepensando orientação para o mercado no Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos EBAPE.BR

versão On-line ISSN 1679-3951

Resumo

TURETA, César  e  ALCADIPANI, Rafael. O objeto objeto na análise organizacional: a teoria ator-rede como método de análise da participação dos não-humanos no processo organizativo. Cad. EBAPE.BR [online]. 2009, vol.7, n.1, pp.50-70. ISSN 1679-3951.  https://doi.org/10.1590/S1679-39512009000100005.

O objetivo deste artigo é analisar os objetos e elementos não-humanos como agentes constituintes do processo organizativo, por meio de uma abordagem pós-humanista: a teoria ator-rede. Considerando a crescente influência do pós-humanismo nas ciências humanas e, mais especificamente, na análise organizacional, desenvolvemos a idéia de aplicação do conceito de simetria, da teoria ator-rede, como uma lente de análise que permite investigar, simetricamente, humanos e não-humanos em práticas específicas no âmbito das organizações. Articulamos a noção de simetria com o desdobrar de práticas sociais, bem como o papel dos objetos e não-humanos nesse processo. Apresentamos e discutimos, a título de ilustração, alguns trabalhos que identificaram como os elementos materiais se fazem presentes e dão forma às atividades no cotidiano organizacional. Concluímos que a inclusão dos não-humanos na análise das organizações permite ampliar os horizontes de investigação, muito embora, o principal desafio talvez seja construir uma metodologia suficientemente capaz de apreender e observar esses elementos em seus contextos de atuação.

Palavras-chave : estudos organizacionais; teoria ator-rede; práticas sociais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons