SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue2Evaluation of umbilical cord mesenchymal stem cell labeling with superparamagnetic iron oxide nanoparticles coated with dextran and complexed with Poly-L-lysineIsolation, cultivation and characterization of CD133+ stem cells from human glioblastoma author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Einstein (São Paulo)

Print version ISSN 1679-4508

Abstract

MIYAKI, Liza Aya Mabuchi et al. Estudo de internalização e viabilidade de nanopartículas multimodal para marcação de células-tronco mesenquimais de cordão umbilical humano. Einstein (São Paulo) [online]. 2012, vol.10, n.2, pp. 189-196. ISSN 1679-4508.  http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082012000200012.

OBJETIVO: Analisar a estabilidade das nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B em meios de cultura para marcação celular e, consequentemente, estabelecer o estudo de detecção intracelular de nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B nas células marcadas, avaliando a viabilidade celular nas concentrações de 10µg Fe/mL e 100µg Fe/mL. MÉTODOS: Foram realizados: análise da estabilidade das nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B em meios de cultura diferentes; marcação das células-tronco mesenquimais com nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B; detecção intracelular das nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B nas células-tronco mesenquimais e avaliação da viabilidade das células marcadas por meio da cinética de proliferação. RESULTADOS: A análise de estabilidade determinou que as nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B presentes nos meios de cultura Dulbecco's Modified Eagle's-Low Glucose e RPMI Medium 1640 apresentaram boa estabilidade. A marcação das células-tronco mesenquimais com nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B descreveu localização intracelular das nanopartículas, as quais se mostraram como grânulos azulados colocalizados nos grumos fluorescentes, caracterizando, assim, as propriedades magnéticas e fluorescentes das nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B. CONCLUSÃO: A estabilidade das nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B, presentes nos meios de cultura Dulbecco's Modified Eagle's-Low Glucose e RPMI Medium 1640, garantiu a eficiente marcação intracelular das células-tronco mesenquimais. Esse tipo de marcação não afetou viabilidade das células-tronco mesenquimais marcadas, já que as mesmas continuaram proliferando ao longo de 5 dias.

Keywords : Células-tronco mesenquimais; Nanopartículas; Rodaminas; Cordão umbilical.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese