SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue2SPEM: a state-of-the-art instrument for high resolution molecular imaging of small animal organsReturn on Scientific Investment – RoSI: a PMO dynamical index proposal for scientific projects performance evaluation and management author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Einstein (São Paulo)

Print version ISSN 1679-4508

Abstract

MAMANI, Javier Bustamante et al. Marcação intracelular e processo de quantificação por imagem por ressonância magnética utilizando nanopartículas magnéticas de óxido de ferro em células da linhagem C6 de glioma de rato. Einstein (São Paulo) [online]. 2012, vol.10, n.2, pp. 216-221. ISSN 1679-4508.  http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082012000200016.

OBJETIVO: Avaliar a marcação intracelular e o processo de quantificação por imagem por ressonância magnética usando nanopartículas magnéticas à base de óxido de ferro recobertas com materiais biocompatíveis em células da linhagem de glioma de rato C6 em experimentos in vitro. Esses métodos visam orientar ensaios futuros de indução de tumor in vivo, bem como possíveis aplicações da técnica de magneto-hipertermia. MÉTODOS: Na avaliação qualitativa da marcação de células C6, realizada mediante microscopia óptica comum, foram utilizadas nanopartículas magnéticas recobertas com aminosilana, dextrana, álcool polivinílico e amido. A influência do agente de transfecção poly-L-lisine na captação celular foi analisada. O processo de quantificação foi realizado mediante a análise de relaxometria em imagens ponderadas em T1 e T2 do phantom. RESULTADOS: A avaliação por microscopia óptica comum mostrou que nanopartículas magnéticas recobertas com aminosilana complexadas e não complexadas com poly-L-lisine apresentam melhor captação pelas células. As relaxatividades de nanopartículas magnéticas recobertas com aminosilana com diâmetro hidrodinâmico de 50nm para um campo de 3T foram: r1=(6,1±0,3)×10-5ms-1mL/µg, r2=(5,3±0,1)×10-4ms-1mL/µg; com uma razão de r2 / r1 ≅ 9. O ferro captado pelas células foi calculado pela análise das taxas de relaxação (R1 e R2) mediante relação matemática. CONCLUSÕES: Linhagem de células C6 marcadas com nanopartículas magnéticas revestidas com aminosilana e complexadas com o agente de transfecção poly-L-lisine tem uma alta eficiência de captação das nanopartículas magnéticas. A grande razão r2 / r1 ≅ 9 determina que essas nanopartículas magnéticas sejam ideais para estudar o processo de quantificação por imagem por ressonância magnética com técnicas de imagem ponderadas em T2.

Keywords : Glioma; Linhagem celular tumoral; Nanopartículas; Imagem por ressonância magnética.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese