SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue3Quality of health and medication information on Brazilian websitesAssessment of nursing perceptions of three insulin protocols for blood glucose control in critically ill patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Einstein (São Paulo)

Print version ISSN 1679-4508

Abstract

KORKES, Fernando; SILVA II, Jarques Lucio  and  POMPEO, Antonio Carlos Lima. Circuncisão por motivos médicos no sistema público de saúde do Brasil: epidemiologia e tendências. Einstein (São Paulo) [online]. 2012, vol.10, n.3, pp. 342-346. ISSN 1679-4508.  http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082012000300015.

OBJETIVO: Avaliar os fatores epidemiológicos associados à circuncisão por motivos médicos, tendo por base os dados do sistema público de saúde do Brasil. MÉTODOS: Utilizando os dados públicos do Sistema Único de Saúde de 1984 e 2010, foi realizada busca de admissões hospitalares associadas ao tratamento cirúrgico da fimose. Um total de 668.818 homens admitidos nos hospitais públicos e submetidos à circuncisão foram identificados e incluídos neste estudo. RESULTADOS: A média±desvio padrão de 47,8±13,4 circuncisões/100 mil homens por ano foi realizada no Sistema Único de Saúde por razões médicas. No período de 27 anos em que o procedimento foi avaliado, 1,3% da população masculina necessitou de circuncisão por indicação médica. O número total de circuncisões e a taxa de circuncisões aumentou na infância e decaiu progressivamente depois de 5 anos de idade, voltando a aumentar após a sexta década de vida. Nas regiões do país com melhor acesso aos serviços de saúde, 5,8% dos meninos de 1 a 9 anos de idade necessitaram de circuncisões. De 1992 a 2010, houve 63 mortes associadas à circuncisão, com taxa de mortalidade de 0,013%. CONCLUSÃO: Por meio do presente estudo, foi possível estimar as taxas de circuncisão anuais no Brasil, e uma taxa de mortalidade muito baixa foi associada a esses procedimentos. As circuncisões são realizadas mais frequentemente em crianças na primeira década de vida, e um segundo pico de incidência de doenças no prepúcio ocorre depois da sexta década de vida quando a circuncisão é progressivamente realizada novamente.

Keywords : Circuncisão masculina; Fimose; Sistema Único de Saúde; Prevalência; Criança; Adulto; Brasil.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese