SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue3Evaluating compliance to a cardiac rehabilitation program in a private general hospital author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Einstein (São Paulo)

Print version ISSN 1679-4508

Abstract

CURIATI, Milena Novaes Cardoso et al. Comparação entre BNP e NT-proBNP quanto à concordância e quanto à influência das variáveis clínicas e laboratoriais. Einstein (São Paulo) [online]. 2013, vol.11, n.3, pp.273-277. ISSN 1679-4508.  http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082013000300003.

OBJETIVO: Correlacionar os níveis séricos do peptídeo natriurético tipo B e da fração N-terminal do pró-peptídeo natriurético tipo B, além de analisar a influência de idade, obesidade, insuficiência renal, fração da ejeção do ventrículo esquerdo, disfunção diastólica e anemia nos níveis séricos de ambos os marcadores. MÉTODOS: Estudo observacional, no qual se comparou a concordância entre esses marcadores em amostras consecutivas de 138 pacientes. Para a correlação, utilizou-se o teste de Pearson e foi considerado estatisticamente significante p<0,05. RESULTADOS: Observou-se associação linear entre peptídeo natriurético tipo B e fração N-terminal do pró-peptídeo natriurético tipo B (r=0,907; p<0,001). Ao se avaliarem as medidas categorizadas como normais e alteradas, encontrou-se boa concordância, com 90,6% de classificações concordantes (p<0,001), sendo que valores alterados da fração N-terminal do pró-peptídeo natriurético tipo B e normais de peptídeo natriurético tipo B representaram 8,7% do total, e o contrário representou 1% do total. A avaliação da influência dos fatores clínicos e laboratoriais nos níveis dos peptídeos natriuréticos mostrou que eles se elevam de acordo com a idade, mas que diminuem conforme aumenta a fração de ejeção. Pacientes com anemia (p<0,001) ou com insuficiência renal (p=0,007) apresentaram valores maiores de ambos os marcadores. Não houve associação entre obesidade e peptídeo natriurético tipo B. CONCLUSÃO: Houve concordância satisfatória entre peptídeo natriurético tipo B e a fração N-terminal do pró-peptídeo natriurético tipo B. Idade, níveis de creatinina e hemoglobina, assim como função ventricular, influenciam os níveis séricos de ambos os peptídeos natriuréticos.

Keywords : Peptídeo natriurético; Insuficiência cardíaca.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License