SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue1 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Einstein (São Paulo)

Print version ISSN 1679-4508On-line version ISSN 2317-6385

Abstract

FORNAZARI, Vinicius Adami Vayego et al. Ressonância magnética funcional para avaliação clínica da contratilidade uterina. Einstein (São Paulo) [online]. 2018, vol.16, n.1, eMD3863.  Epub Apr 23, 2018. ISSN 2317-6385.  http://dx.doi.org/10.1590/s1679-45082018md3863.

A contratilidade uterina fora da fase gestacional, durante o ciclo menstrual e as habituais variações funcionais do órgão, é um dos mecanismos responsáveis pela reprodução e fertilidade, devido sua ação direta nos mecanismos de condução dos espermatozoides até o óvulo e na implantação decidual. Patologias como leiomioma uterino, endometriose, adenomiose, síndrome dos ovários policísticos, bem como o uso de dispositivos intrauterinos e anticoncepcionais orais, podem alterar a funcionalidade da contratilidade uterina. Desta forma a ressonância magnética com sequências ultra-rápidas proporcionam uma avaliação dinâmica (cine-RM) e assim a correlação da qualidade da contratilidade uterina em pacientes com infertilidade ou patologias vigentes.

Keywords : Contração uterina; Mioma; Imagem por ressonância magnética; Infertilidade; Transporte espermático.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )