SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18Prevalence of rectovaginal colonization by group B Streptococcus in pregnant women seen at prenatal care program of a health organizationScientometrics on interventions used for adherence of hypertension and diabetes therapies author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Einstein (São Paulo)

Print version ISSN 1679-4508On-line version ISSN 2317-6385

Abstract

VIANA, Ana Carolina Cavalcante et al. Correlação entre avaliação nutricional e estresse oxidativo em candidatos ao transplante hepático. Einstein (São Paulo) [online]. 2020, vol.18, eAO4039.  Epub Dec 13, 2019. ISSN 1679-4508.  https://doi.org/10.31744/einstein_journal/2020ao4039.

Objetivo

Avaliar o perfil oxidativo, o estado nutricional e o consumo alimentar (valor calórico; macronutrientes; vitaminas A, E e C; e zinco), e correlacionar o estresse oxidativo com o estado nutricional em pacientes candidatos ao transplante hepático.

Métodos

Trata-se de estudo transversal, analítico e descritivo com 51 pacientes candidatos ao transplante hepático. Coletaram-se dados sociodemográficos e clínicos, parâmetros antropométricos, consumo alimentar e amostra de 10mL de sangue de cada paciente. O estresse oxidativo foi analisado por método do ácido tiobarbitúrico. O consumo de macronutrientes, do valor calórico e dos micronutrientes (zinco, vitaminas A, E e C) foi analisado qualitativamente, e o zinco também foi analisado quantitativamente.

Resultados

A média de idade foi de 49,17±8,17 anos. Maior percentual de desnutrição esteve de acordo com circunferência muscular do braço (56,86%), seguida de circunferência do braço (52,94%), dobra cutânea triciptal (50,98%) e índice de massa corporal (1,96%). A média do malondialdeído foi de 14,80±8,72µM/L, apresentando correlação negativa com os valores do índice de massa corporal para pacientes com cirrose hepática segundo IMC-Campillo (p=0,001; r=-0,430). Observou-se baixo consumo de energia, carboidrato, proteína, e vitaminas A e E em mais de 50% dos indivíduos.

Conclusão

Este estudo mostrou associação do estado nutricional, por meio do índice de massa corporal para pacientes com cirrose hepática segundo IMC-Campillo, com o estresse oxidativo em paciente com cirrose hepática em lista de transplante de fígado.

Keywords : Avaliação nutricional; Estresse oxidativo; Antioxidantes; Ingestão de alimentos; Cirrose hepática.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )