SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 número3Age and growth of the Argentine hake Merluccius hubbsi Marini, 1933 in the Brazilian South-Southeast Region during 1996-2001Trophic guilds of fishes in sandbank habitats of a Neotropical river índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Neotropical Ichthyology

versão impressa ISSN 1679-6225versão On-line ISSN 1982-0224

Resumo

GIBRAN, Fernando Zaniolo. Activity, habitat use, feeding behavior, and diet of four sympatric species of Serranidae (Actinopterygii: Perciformes) in southeastern Brazil. Neotrop. ichthyol. [online]. 2007, vol.5, n.3, pp.387-398. ISSN 1982-0224.  https://doi.org/10.1590/S1679-62252007000300018.

Diplectrum formosum, Diplectrum radiale (micholes-da-areia), Epinephelus marginatus (garoupa-verdadeira) e Mycteroperca acutirostris (badejo-mira) são quatro espécies simpátricas que pertencem à família Serranidae, de reconhecida importância ecológica e comercial. Este estudo analisou a alimentação destas quatro espécies de peixes no Canal de São Sebastião, Estado de São Paulo (sudeste do Brasil), comparando suas dietas, o uso do habitat e algumas características morfológicas relacionadas ao comportamento alimentar e a distribuição vertical na coluna d'água. Estes quatro serranídeos são predadores oportunistas que utilizam um total de nove táticas diferentes para capturar suas presas, alimentando-se principalmente de crustáceos durante o dia e crepúsculo, e permanecendo estacionários e inativos durante a noite. Um estudo ecomorfológico foi empregado para testar seu valor preditivo. Foi verificado que tal abordagem deve ser utilizada com cautela e sempre complementada com observações diretas no ambiente. Apesar de morfologicamente e comportamentalmente muito semelhantes, D. formosum e D. radiale mostraram divergências com relação ao tipo de substrato preferido pelos maiores indivíduos, que são exclusivamente predadores de espreita. Por outro lado, E. marginatus mostrou possuir hábitos de vida mais sedentários do que M. acutirostris, o mais versátil predador dentre as espécies estudadas. As espécies de Diplectrum estudadas, assim como E. marginatus, podem ser classificadas como serranídeos bentônicos, enquanto que M. acutirostris pode ser classificada como uma espécie nectobentônica.

Palavras-chave : Diplectrum formosum; Diplectrum radiale; Epinephelus marginatus; Mycteroperca acutirostris; Ecomorphology.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons