SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.6 issue1Biology of Isopisthus parvipinnis: an abundant sciaenid species captured bycatch during sea-bob shrimp fishery in BrazilCytogenetic study of two species of the family Pimelodidae (Siluriformes) collected in lago Guaíba, Rio Grande do Sul, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Neotropical Ichthyology

Print version ISSN 1679-6225

Abstract

VERGARA, Julia; AZPELICUETA, María de las Mercedes  and  GARCIA, Graciela. Phylogeography of the Neotropical catfish Pimelodus albicans (Siluriformes: Pimelodidae) from río de la Plata basin, South America, and conservation remarks. Neotrop. ichthyol. [online]. 2008, vol.6, n.1, pp. 75-85. ISSN 1679-6225.  http://dx.doi.org/10.1590/S1679-62252008000100009.

Pimelodus albicans Valenciennes, 1840 (popularmente conhecida como moncholo ou bagre branco) é uma espécie endêmica da família Pimelodidae na bacia do rio da Prata. Estudos filogeográficos baseados nas seqüências do citocromo b mitocondrial foram realizados para testar a existência de uma única linhagem evolutiva in P. albicans e para discriminar unidades populacionais relacionadas ao comportamento migratório desse táxon na bacia do rio da Prata. Um total de 34 amostras de P. albicans provenientes de diferentes lugares de coleta no estuário do rio da Prata e rio Arrecifes na bacia do rio Paraná foram analisados. Entre as 614 pares de bases do citocromo b no conjunto de dados, 203 deles variaram e 120 foram sítios filogeneticamente informativos para P. albicans. No presente estudo foi encontrado um total de vinte haplótipos, diversidade de nucleotídeos (p) = 0,032 e diversidade de haplótipos = 0,941. O teste de Tajima mostrou valores significativos D= -1,88 (p<0,05) rejeitando a hipótese de mutação neutra para os dados de P. albicans. Todas as análises filogenéticas mostraram que o clado P. albicans apresenta quatro grupos monofiléticos com um forte suporte estatístico e uma elevada probabilidade posterior Bayesiana. A rede de haplótipos para P. albicans mostrou uma forte estrutura desses quatro grupos. Uma grande estruturação genética foi observada em P. albicans nas análises de AMOVA mostrando que as amostras do rio Arrecifes constituem uma linhagem isolada. A alta divergência (10%) encontrada entre as populações do rio da Prata e rio Arrecifes sugere que P. albicans pode constituir um complexo de espécies crípticas. Foi verificada também a ocorrência de estrutura genética na bacia do rio da Prata. A localidade 760 apareceu parcialmente isolada sugerindo que P. albicans migra para procriar em os afluentes do rio da Prata gerando diferentes cardumes de haplótipos que poderiam se misturar no estuário do rio da Prata. A alta diversidade nucleotídica encontrada na localidade 765 e a existência de fluxo gênico entre os demais sítios de coleta são concordantes com o cenário hipotético de existência de populações intercruzantes no meio do estuário do rio da Prata.

Keywords : Population structure; Cytochrome b gene.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English