SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 issue4How does diet influence the reproductive seasonality of tropical freshwater fish?: A case study of a characin in a tropical mountain riverA massive invasion of fish species after eliminating a natural barrier in the upper rio Paraná basin author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Neotropical Ichthyology

Print version ISSN 1679-6225

Abstract

VIDOTTO-MAGNONI, Ana Paula  and  CARVALHO, Edmir Daniel. Aquatic insects as the main food resource of fish the community in a Neotropical reservoir. Neotrop. ichthyol. [online]. 2009, vol.7, n.4, pp. 701-708. ISSN 1679-6225.  http://dx.doi.org/10.1590/S1679-62252009000400020.

Neste estudo foi avaliada a dieta das espécies de peixes do reservatório de Nova Avanhandava, baixo rio Tietê, Estado de São Paulo, Brasil. Os peixes foram coletados em dois trechos do reservatório: trecho Santa Bárbara (14 coletas) e trecho Bonito (duas coletas) entre setembro de 2002 e março de 2004, utilizando-se de redes de espera e arrasto. Os resultados das análisesde conteúdo estomacal foram expressos em frequência de ocorrência e método gravimétrico, combinados no Índice Alimentar (IAi). As 20 espécies analisadas consumiram um total de 52 itens, agrupados em 10 categorias alimentares: insetos aquáticos, insetos terrestres, crustáceos, peixes, macroinvertebrados, microcrustáceos, algas, material vegetal, detrito/sedimento e escamas. Os insetos aquáticos (principalmente Chironomidae, Odonata e Ephemeroptera) foram o recurso alimentar mais comum na dieta, consumido por 18 espécies. A análise da dieta da comunidade (espécies agrupadas) revelou que a categoria alimentar dominante foi insetos aquáticos (IAi = 77.6%), seguida pelos crustáceos (IAi = 7.1%). Quatro guildas tróficas foram identificadas pela análise de agrupamento (distância de Pearson): insetívoros (10 espécies), onívoros (4 espécies), detritívoros (3 espécies) e piscívoros/carcinófagos (3 espécies). Além do maior número de espécies, os insetívoros também foram responsáveis por mais de 80% das capturas em número de exemplares e biomassa (CPUEn e CPUEb). Os baixos valores de amplitude de nicho trófico apresentados por todas as espécies, juntamente com os baixos valores de sobreposição alimentar demonstram uma ampla partilha de recursos alimentares entre as espécies. Apesar de ser o principal recurso alimentar dos peixes insetívoros, os insetos aquáticos também foram um recurso complementar na dieta de outras espécies, o que demonstra a importância destes para a comunidade de peixes, sustentando uma alta diversidade, abundância e biomassa de peixes neste reservatório

Keywords : Fish feeding; Trophic ecology; Resource availability; Zoobenthos.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English