SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número2Identification of fish nursery areas in a free tributary of an impoundment region, upper Uruguay River, BrazilAntipredator and alarm reaction responses of silver catfish (Rhamdia quelen) juveniles exposed to waterborne ammonia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Neotropical Ichthyology

versão impressa ISSN 1679-6225

Resumo

PEDREIRA, Marcelo Mattos; SAMPAIO, Edson Vieira; SANTOS, José Cláudio Epaminondas dos  e  PIRES, Aldrin Vieira. Larviculture of two neotropical species with different distributions in the water column in light- and dark-colored tanks. Neotrop. ichthyol. [online]. 2012, vol.10, n.2, pp.439-444.  Epub 19-Jun-2012. ISSN 1679-6225.  https://doi.org/10.1590/S1679-62252012005000011.

A interferência da cor do tanque na percepção visual da larva de peixe e no sucesso do seu cultivo depende da caraterística de cada espécie combinada com fatores ambientais. Neste estudo foi investigado o efeito de tanques de cores claras e escuras na larvicultura do pacamã Lophiosilurusalexandri, espécie de hábito bentônico, e, curimatá-pioa Prochilodus costatus, que nada ativamente na coluna da água. Larvas de pacamã e de curimatá-pioa foram cultivadas por 10 dias, em tanques contendo 5 L de água, a uma densidade de 15 larvas L-1, luminosidade de 141.7 ± 8.95 lux, alimentados com náuplios de Artemia. Quatro cores de tanques foram usadas: verde e azul claras, marrom e preta (com quatro repetições). Para as larvas de pacamã, a sobrevivência, biomassa e o fator de condição de Fulton foram similares entre os tanques de diferentes cores. Entretanto, as larvas nos tanques verdes apresentara um peso menor do que as cultivadas nos tanques de cor preta e marrom, assim como um menor comprimento total, que as larvas cultivadas em tanque marrom. Estes resultados provavelmente têm origem da associação da cor do tanque com o hábito bentônico do pacamã. Para o curimatá-pioa, a sobrevivência e a biomassa foram similares entre as cores. O peso e o fator de condição de Fulton foram maiores para as larvas cultivadas nos tanques de cor verde e azul, seguidas pelo marrom e preto. Este resultado pode estar associado a adaptação das larvas de curimatá-pioa a natação ativa na coluna da água à procura de presa.

Palavras-chave : Endemic; Lophiosilurus alexandri; Prochilodus costatus; rio São Francisco; Visual perception.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons