SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 número1Winter distribution, density and size of Mesodesma mactroides (Bivalvia, Mactracea) in Monte Hermoso beach (Argentina)Diatom associations in shelf waters off Paraná State, Southern Brazil: annual variation in relation to environmental factors índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Oceanography

versão impressa ISSN 1679-8759versão On-line ISSN 1982-436X

Resumo

VILLAS BOAS, Alexandre Bigio  e  FIGUEIREDO, Marcia A. de O.. Are anti-fouling effects in coralline algae species specific?. Braz. j. oceanogr. [online]. 2004, vol.52, n.1, pp.11-18. ISSN 1679-8759.  https://doi.org/10.1590/S1679-87592004000100002.

As algas calcárias crostosas são susceptíveis ao recobrimento por outras algas, entretanto, estas podem ser afetadas por efeitos anti-incrustantes. Neste estudo foi testada a hipótese de que estas algas possam inibir o crescimento somente de algumas espécies de epífitas. No laboratório, propágulos de Sargassum furcatum e Ulva fasciata foram liberados e cultivados sobre pedaços de algas calcárias e lamínulas de microscopia (controle) e as suas sobrevivência e crescimento comparadas. Spongites e Hydrolithon inibiram significativamente o crescimento de U. fasciata, mas não de Sargassum. No campo, pedaços de três espécies de algas calcárias vivas, mortas e cópias destas em discos de massa epóxi foram fíxos na rocha. Após um mês as algas epífitas foram identificadas e sua massa seca quantificada. Lithophyllum não inibiu o crescimento das epífitas, em contraste Spongites e outra coralinácea indeterminada inibiram o crescimento de Enteromorpha spp., Ulva fasciata e Hincksia mitchelliae. Colpomenia sinuosa esteve sempre ausente sobre as crostas vivas, porém presente nos controles. Resultados demonstram que a relação epífita-hospedeiro depende das espécies que estejam interagindo. O desprendimento de células superficiais das crostas coralináceas aponta para um possível efeito físico anti-incrustante, não se excluindo o químico.

Palavras-chave : Anti-incrustação; Algas calcárias incrustantes; Epífitas; Costão rochoso.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons