SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 número3-4A comparison between faecal sterols and coliform counts in the investigation of sewage contamination in sediments índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Oceanography

versão impressa ISSN 1679-8759versão On-line ISSN 1982-436X

Resumo

MARONE, Eduardo; MACHADO, Eunice C.; LOPES, Rubens M.  e  SILVA, Eduardo Teixeira da. Land-ocean fluxes in the Paranaguá Bay estuarine system, southern Brazil. Braz. j. oceanogr. [online]. 2005, vol.53, n.3-4, pp.169-181. ISSN 1679-8759.  http://dx.doi.org/10.1590/S1679-87592005000200007.

Um esforço global de modelagem foi proposto pelo Programa LOICZ (Land-Ocean Interactions in the Coastal Zone) para promover a aquisição de dados comparáveis sobre fluxos continente-oceano em ecossistemas estuarinos e de plataforma em todos os continentes. Como parte do componente sulamericano desta iniciativa, apresentamos neste trabalho estimativas de fluxo de água, sal, fósforo inorgânico dissolvido (DIP), nitrogênio inorgânico dissolvido (DIN) e plâncton para o sistema estuarino da Baía de Paranaguá, obtidas a partir da aplicação de modelos sugeridos pelo programa LOICZ. Este sistema é fortemente influenciado por um ciclo meteorológico sazonal, representado pelos períodos chuvosos de verão e secos de inverno. As marés semidiurnas, com variação de até 2,7 m, são responsáveis pela dinâmica estuarina de curta escala temporal. Nossos resultados indicam uma exportação potencial de água para a área costeira adjacente de até 7 x 106 m3 d-1 no período seco e mais de 28 x 106 m3 d-1 no período chuvoso. O sistema exibe variações sazonais e espaciais nos fluxos de DIP e DIN. O "DIP atingiu +2.3 x 106 mol P ano-1 e o "DIN to -2.7 x 106 mol N ano-1, sugerindo que a produção líquida de fosfato e o consumo de nitrogênio inorgânico predominam em todo o sistema. Os fluxos e, portanto, a exportação de DIN e principalmente de DIP são altos no período chuvoso. Estimativas estequiométricas baseadas nas razões C:N:P da matéria orgânica particulada reativa (detritos de origem planctônica e do manguezal) sugerem que o processo de denitrificação predomina em toda a baía, com valores entre -24.3 e -10.6 x 106 mol N ano-1. Os fluxos estimados em direção à área costeira adjacente tiveram pouco efeito sobre o destino da biomassa do fito- e zooplâncton nos diferentes setores da baía.

Palavras-chave : Balanço de massa; Fluxos de nitrogênio e fósforo dissolvidos; Dinâmica do plâncton; Baía de Paranaguá; Brasil.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons