SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.60 issue2Bycatch of franciscana dolphins Pontoporia blainvillei and the dynamic of artisanal fisheries in the species' southernmost area of distributionBiological aspects of the Sailfin dory Zenopsis conchifer (Lowe, 1852) caught by deep-sea trawling fishery off southern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Oceanography

On-line version ISSN 1982-436X

Abstract

SANTOS, Luciana Cavalcanti Maia; CUNHA-LIGNON, Marília; SCHAEFFER-NOVELLI, Yara  and  CINTRON-MOLERO, Gilberto. Long-term effects of oil pollution in mangrove forests (Baixada Santista, Southeast Brazil) detected using a GIS-based multitemporal analysis of aerial photographs. Braz. j. oceanogr. [online]. 2012, vol.60, n.2, pp. 159-170. ISSN 1982-436X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1679-87592012000200006.

Vazamentos de petróleo são potenciais ameaças à integridade de ecossistemas costeiros. Em outubro de 1983, devido ao rompimento de um oleoduto, um manguezal com cerca de 300 ha, localizado na costa sudeste do Brasil foi impactado por 3.5 milhões de litros de petróleo. Visando avaliar os efeitos de longo prazo do petróleo sobre a vegetação do manguezal, foi realizada uma análise multitemporal (1962, 1994, 2000 e 2003) de fotografias aéreas em SIG. Fotointerpretação, classificação visual, quantificação de áreas, dados de campo e dados estruturais da vegetação foram utilizados na avaliação. Antes do vazamento, a vegetação exibia dossel homogêneo elevado desenvolvimento estrutural. Mais de dez anos após o derrame, a vegetação apresentou três zonas distintas, com diferentes impactos decorrentes do derrame de petróleo. A zona mais impactada (10.5 ha) apresentou árvores mortas, substrato exposto e bosques em recomposição com reduzido desenvolvimento estrutural. Os resultados indicam que os distintos impactos e recomposição refletem a variabilidade espacial da taxa de remoção do petróleo em cada zona do manguezal. A análise multitemporal de aerofotografias se revelou como útil ferramenta para avaliar a capacidade de recuperação da vegetação e monitorar os efeitos de longo prazo e residuais de poluentes, oferecendo subsídios à gestão e conservação dos manguezais.

Keywords : Zona úmida costeira; Sensoriamento remoto; Avaliação de impacto; Monitoramento; Gestão costeira.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English