SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.60 issue3Population biology of Stellifer rastrifer, S. brasiliensis and S. stellifer in Caraguatatuba Bay, northern coast of São Paulo, BrazilComparative analysis of shell occupation by two southern populations of the hermit crab Loxopagurus loxochelis (Decapoda, Diogenidae) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Oceanography

Print version ISSN 1679-8759

Abstract

OLIVEIRA, Eduardo Negri de et al. A satellite view of riverine turbidity plumes on the NE-E Brazilian coastal zone. Braz. j. oceanogr. [online]. 2012, vol.60, n.3, pp. 283-298. ISSN 1679-8759.  http://dx.doi.org/10.1590/S1679-87592012000300002.

O presente estudo analisa as plumas de turbidez dos sistemas dos rios São Francisco, Caravelas, Doce, e Paraiba do Sul localizados na costa NE/E do Brasil utilizando imagens Landsat e o algoritmo logarítmico para Total de Sólidos em Suspensão (TSS) proposto por Tassan (1987). Os resultados obtidos foram comparados com Total de Sólidos em Suspensão medidos in situ. A pluma de turbidez de cada sistema mostra padrões de dispersão distintos. O comportamento, a dimensão e o grau de turbidez da pluma do Rio São Francisco têm sido drasticamente alterados devido à cascata de barragens e seus reservatórios presentes em sua bacia de drenagem. Já as plumas dos rios Doce e Paraíba do Sul apresentam pulsações sazonais e maior turbidez, uma vez que as barragens nesses rios localizam-se no setor médio e mantiveram a pulsação sazonal da vazão. A pluma do sistema costeiro de caravelas permanece restrita às águas rasas dominadas por processos de ressuspensão. Durante a primavera e verão, quando os ventos de NE-E prevalecem, as plumas dos quatro sistemas se dispersam na direção sul. Durante o inverno, inversões do padrão de dispersão podem ocorrer com a passagem de frentes frias. As plumas dos sistemas São Francisco e Doce tendem a se dispersar obliquamente à costa, favorecendo o transporte de material para regiões oceânicas, enquanto que as plumas dos sistemas Caravelas e Paraíba do Sul se dispersam paralelamente à costa, favorecendo a retenção de TSS.

Keywords : Sensoriamento remoto; Landsat; Plumas de turbidez; sedimentos em suspensão; sistemas fluviais; Brasil NE-E.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English     · press release in English | Portuguese