SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.63 número2Comparison of the effects of two bongo net mesh sizes on the estimation of abundance and size of Engraulidae eggs índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Oceanography

versão impressa ISSN 1679-8759versão On-line ISSN 1982-436X

Resumo

CHAZARRETA, Javier; HOFFMEYER, Monica Susana; CUADRADO, Diana G.  e  BERASATEGUI, Anabela Anahí. Tidal effects on short-term mesozooplankton distribution in small channels of a temperate-turbid estuary, Southwestern Atlantic. Braz. j. oceanogr. [online]. 2015, vol.63, n.2, pp.83-92. ISSN 1679-8759.  http://dx.doi.org/10.1590/S1679-87592015076806302.

A variação de curto prazo da distribuição do mesozooplâncton e das variáveis físico-químicas foi examinada em dois diferentes canais do Estuário de Bahia Blanca, Argentina, durante dois ciclos de maré. As medidas físico-químicas e a amostragem do zooplâncton foram realizadas em dois locais fixos durante aproximadamente 22-23 horas, com intervalos de 3 horas. Bombas foram utilizadas para obter amostras de zooplâncton na superfície e no fundo e a velocidade da água em cada estrato foi medida com o Perfilador Acústico de Corrente (ADCP). Ao todo, foram identificados 23 taxa mesozooplanctônicos pertencentes a 4 filos (Arthropoda, Annelida, Echinodermata e Chordata). Os grupos mais abundantes durante os dois ciclos de maré foram larvas de Balanus glandula, além de Eurytemora americana e Acartia tonsa. Nos dois canais selecionados foi identificada uma variação nas condições da água e na distribuição vertical do mesozooplâncton (DVZ) diferente daquela conhecida para o canal principal do estuário. DVZ variou durante o ciclo de maré em ambos os canais de acordo com a geomorfologia e características da dinâmica das águas existente em cada um deles. A variação na abundância dos diferentes taxa durante as marés vazante e enchente poderia estar indicando a existência de migração vertical do mesozooplâncton em resposta a uma determinada condição dinâmica da água.

Palavras-chave : Zooplâncton; Estuário; Correntes de maré; Distribuição vertical; ADCP; Migração vertical.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )