SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.63 issue3Use of the copepod Oithona hebes as a bioencapsulator of essential fatty acidsSingle cell gel electrophoresis as a tool to assess genetic damage in Heleobia cf. australis (Mollusca: Gastropoda) as sentinel for industrial and domestic pollution in Montevideo bay (Uruguay) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Oceanography

Print version ISSN 1679-8759On-line version ISSN 1982-436X

Abstract

SZTEREN, Diana. Otaria flavescens and Arctocephalus australis abundance in poorly known sites: a spatial expansion of colonies?. Braz. j. oceanogr. [online]. 2015, vol.63, n.3, pp.337-346. ISSN 1679-8759.  http://dx.doi.org/10.1590/S1679-87592015090606303.

A formação de novas colônias de pinípedes é uma consequência da dinâmica complexa na qual algumas delas podem ser transformadas de colônias de descanso em áreas de reprodução. O objetivo deste estudo foi estimar a abundância deOtaria flavescens e Arctocephalus australis em duas áreas pouco conhecidas no Uruguai "Isla Verde-Islote Coronilla" (IV-IC), a mais oriental, e "Las Pipas" (LP), a mais ocidental. As contagens foram feitas de barco em LP e levantamentos aéreos em IVIC de junho de 2008 a junho de 2009. Em LP, foram registradas ambas as espécies de pinípedes, com a maior abundância em julho, num total de 202 animais. O. flavescens esteve presente durante todo o ano, e foram registrados principalmente machos adultos, enquanto que A. australis apenas foi observada a partir de junho até outubro. LP foi definido, então, como sendo uma colônia de descanso, especialmente para O. flavescens. No IV-IC, foram contados entre 225 e 521 indivíduos de O. flavescens. O número de animais aumentou na primavera e verão. A categoria mais abundante foi a das fêmeas e ocorreu em março. De acordo com essa estrutura de idade e a presença de prole, propõe-se que a área teria uma atividade de reprodução incipiente. Sugerimos que essa colônia deveria ser monitorada como parte de sua inclusão numa área marinha protegida.

Keywords : Colônias; Colônia de descanso; Otaria flavescens; Arctocephalus australis; Uruguai.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )