SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue4Variable mass harmonic oscillator and the Newton's second lawThe magic blower: a discrepant experiment in the learning of the Bernoulli's Law of hydrodynamic pressure author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Ensino de Física

Print version ISSN 1806-1117

Abstract

DELFIM, T.F.  and  JESUS, V.L.B. de. O problema da simultaneidade na lei do impedimento do futebol. Rev. Bras. Ensino Fís. [online]. 2011, vol.33, n.4, pp. 4308-4308. ISSN 1806-1117.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-11172011000400008.

Segundo a regra da FIFA (do frances: Fédération Internationale de Football Association), para que a posição de impedimento de um jogador seja considerada uma infração, é necessária a observação simultanea da posição do jogador e da bola no momento do passe, para quaisquer posições da bola e do jogador no campo de futebol, exceto no caso de recebimento direto da bola de um tiro de meta, ou arremesso lateral, ou tiro de canto (escanteio). Este trabalho tem por objetivo mostrar que não é possível a marcação correta da infração do impedimento em todos os casos. Essa impossibilidade se dá pelo fato de o arbitro auxiliar responsável pela marcação da infração, também conhecido vulgarmente como "bandeirinha", não possuir um campo de visão correspondente a 180° mas de aproximadamente 30° a 40° que permite a detecção simultanea de eventos, conforme discussão apresentada na seção 2. Baseado nesta discussão foi estimado o tempo característico gasto pelo arbitro auxiliar para girar a cabeça de aproximadamente 90° para tentar observar eventos simultâneos fora de seu campo de visão. Com estes intervalos de tempo foi possível estimar avanços típicos de jogadores em relação à linha de impedimento, quando em posição legal no momento do passe.

Keywords : simultaneidade; futebol; campo de visão.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese