SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número3Amiloidose pulmonar: relato de caso de achado radiológico da apresentação nodular em grande fumanteToracoplastia traumática: relato de caso índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Jornal Brasileiro de Pneumologia

versão impressa ISSN 1806-3713

Resumo

BRIGATO, Rodrigo Ribeiro; CAMPOS, José Ribas Milanez de  e  JATENE, Fabio Biscegli. Aplicação do índice antropométrico para avaliação do Pectus excavatum em pacientes submetidos à técnica de Nuss: relato de 2 casos. J. bras. pneumol. [online]. 2007, vol.33, n.3, pp. 347-350. ISSN 1806-3713.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132007000300018.

O Pectus excavatum (PEX) é a deformidade congênita mais freqüente da parede torácica anterior e é definido como o afundamento da porção média ou inferior da região esternal no sentido da coluna vertebral. Há muitos modos de medir a deformidade. Neste trabalho, damos ênfase a um método objetivo de avaliação ou mensuração do PEX, o índice antropométrico para PEX (IA-PEX). O IA-PEX foi desenvolvido pelo Serviço de Cirurgia Torácica do Instituto do Coração - Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Este índice afere a deformidade por medidas antropométricas realizadas durante o exame físico. Relatamos, neste trabalho, dois casos de pacientes com PEX tratados pela técnica minimamente invasiva de Nuss e avaliados pelo IA-PEX. As medidas foram realizadas sempre no local de maior deformidade. Os pacientes foram medidos no dia da operação e também após o período de 60 dias da cirurgia. O IA-PEX permitiu mensurar adequadamente o defeito. Os resultados de pós-operatório de ambos os pacientes foram satisfatórios.

Palavras-chave : Parede torácica; Cirurgia torácica vídeo-assistida; Tórax em funil.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · pdf em Português | Inglês