SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número5Avaliação da vigilância de contatos de casos novos de tuberculose no Estado de Mato Grosso - BrasilHipercoagulabilidade e câncer de pulmão índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Brasileiro de Pneumologia

versão impressa ISSN 1806-3713versão On-line ISSN 1806-3756

Resumo

VIEIRA, Francisco Duarte et al. Metodologia para caracterização de proficiência em leitura de resultados baciloscópicos para o diagnóstico da tuberculose. J. bras. pneumol. [online]. 2008, vol.34, n.5, pp.304-311. ISSN 1806-3713.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132008000500010.

OBJETIVO: Propor uma metodologia para caracterizar proficiência na pesquisa de bacilos álcool-ácido resistentes (BAAR) em baciloscopias de escarro para diagnóstico da tuberculose, assim como determinar o número necessário de baciloscopias para estabelecer essa proficiência, a qualidade da transcrição dos resultados, as causas das discordâncias nas leituras (leitor e/ou microscópio utilizado) e o critério de classificação de resultados baciloscópicos que causa maior dificuldade na caracterização de proficiência. MÉTODOS: Quatrocentas baciloscopias de escarro para diagnóstico da tuberculose foram analisadas, mediante leituras duplo-cegas, por seis profissionais que usualmente efetuam leitura/supervisão de baciloscopias realizadas na rede básica de saúde. A amostragem foi determinada visando a obter, no mínimo, 90% de concordância nas leituras duplo-cegas, erro a de 5% e precisão de 3%. Os resultados foram analisados mediante concordância observada/índice kappa. RESULTADOS: Constataram-se 13 erros de transcrição dos resultados (0,27%). A concordância aumentou quando as três categorias distintas de resultados baciloscópicos positivos (BAAR+, BAAR++ e BAAR+++) foram agrupadas ou foram excluídos da análise os exames com resultados inconclusivos. A quantificação da carga bacilar foi o critério de classificação que causou maior dificuldade para caracterização de proficiência. A qualidade do microscópio utilizado foi importante para o aumento da concordância. A estabilização dos valores de concordância somente foi obtida a partir da leitura de 75 baciloscopias. CONCLUSÕES: O uso de leituras baciloscópicas duplo-cegas utilizando-se painel composto por 75 lâminas (36 negativas, 4 inconclusivas e 35 positivas) mostra-se adequado para caracterizar a proficiência em baciloscopia para diagnóstico da tuberculose quando essa proficiência pretende reproduzir a rotina laboratorial.

Palavras-chave : Tuberculose/diagnóstico; Microscopia; Reprodutibilidade dos testes.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons