SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 issue6Surgical treatment of children with necrotizing pneumoniaClinical, nutritional and spirometric evaluation of patients with cystic fibrosis after the implementation of multidisciplinary treatment author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal Brasileiro de Pneumologia

On-line version ISSN 1806-3756

Abstract

SANTANA, Alfredo Nicodemos Cruz et al. Trombose em artérias pulmonares pequenas e médias em granulomatose de Wegener: um estudo com microscopia confocal por varredura a laser. J. bras. pneumol. [online]. 2010, vol.36, n.6, pp.724-730. ISSN 1806-3756.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132010000600009.

OBJETIVO: A granulomatose de Wegener (GW) pode causar dano nas células endoteliais e fenômenos tromboembólicos. Entretanto, poucos estudos analisaram a microcirculação pulmonar - artérias pulmonares de pequeno/médio calibre (APPMC) - em pacientes com GW. O objetivo deste estudo foi quantificar trombos de fibrina em amostras de APPMC de pacientes com GW. MÉTODOS: Analisamos 24 APPMC de seis pacientes com GW e 16 APPMC de quatro pacientes controles sem WG. Utilizamos CD34 para a marcação do endotélio em todas as amostras e microscopia confocal a laser para detectar trombos de fibrina intravasculares. Calculamos a área total do vaso, a área livre do lúmen e a área trombótica. RESULTADOS: A média da área total do vaso foi similar no grupo GW e no grupo controle (32.604 µm2 vs. 32.970 µm2, p = 0,8793). Trombos foram identificados em 22 das 24 APPMC (91,67%) no grupo GW, e em nenhuma do grupo controle (p < 0,0001; OR = 297 (IC95%: 13,34-6.612). A média da área trombótica foi maior no grupo GW do que no grupo controle (10.068 µm2 vs. 0.000 µm2, p < 0,0001). Em contraste, a média da área livre do lúmen foi menor no grupo GW que no grupo controle (6.116 µm2 vs. 24.707 µm2, p < 0,0001). CONCLUSÕES: A microscopia confocal a laser mostrou uma associação significante entre trombose microvascular pulmonar e GW. Isso sugere um possível papel da trombose microvascular na fisiopatologia da GW pulmonar, evocando o potencial benefício da anticoagulação na GW pulmonar. Entretanto, novos estudos são necessários para confirmar nossos achados, assim como um ensaio clínico randomizado a fim de testar o papel da anticoagulação no tratamento de pacientes com GW pulmonar.

Keywords : Vasculite; Anticorpos anticitoplasma de neutrófilos; Granulomatose de Wegener; Trombose; Pulmão; Microscopia confocal.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License