SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue4Children and adolescents with mild intermittent or mild persistent asthma: aerobic capacity between attacksComparison of two experimental models of pulmonary hypertension author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal Brasileiro de Pneumologia

Print version ISSN 1806-3713

Abstract

RABAHI, Marcelo Fouad et al. Achados de fibrobroncoscopia em pacientes com diagnóstico de neoplasia pulmonar. J. bras. pneumol. [online]. 2012, vol.38, n.4, pp. 445-451. ISSN 1806-3713.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132012000400006.

OBJETIVO: Catalogar alterações encontradas em imagens obtidas por fibrobroncoscopia em pacientes com diagnóstico de neoplasia pulmonar e correlacionar esses achados com achados histopatológicos. MÉTODOS: Estudo retrospectivo envolvendo 212 pacientes com diagnóstico de câncer de pulmão confirmado por citologia obtida por lavado broncoalveolar e/ou histopatologia de biópsia endobrônquica ou transbrônquica. Os dados foram obtidos no Serviço de Endoscopia Respiratória do Hospital São Salvador (Goiânia-GO), entre 2005 e 2010. Os achados endoscópicos foram classificados como tumor endoscopicamente visível, tumor endoscopicamente não visível e lesão na mucosa, assim com quanto à pr sença/tipo de secreção. Os tumores visíveis também foram classificados de acordo com sua localização na árvore traqueobrônquica. RESULTADOS: O principal achado endoscópico foi a presença de massa endobrônquica (64%), seguido por infiltração da mucosa (35%). Quanto aos tipos histológicos (n = 199), os mais prevalentes foram carcinoma escamoso (39%), adenocarcinoma (21%), carcinoma de pequenas células (12%) e carcinoma de grandes células (1%). Mais de 45% dos tumores visíveis estavam localizados nos brônquios superiores. O carcinoma escamoso (n = 78) apresentou-se mais frequentemente como massa tumoral endobrônquica (74%), infiltração da mucosa (36%), estreitamento do lúmen (10%) e compressão extrínseca (6%). CONCLUSÕES: Nossos resultados indicam que a massa tumoral endobrônquica é o achado endoscópico que mais sugere malignidade. Proporcionalmente, infiltração da mucosa é mais comumente achada em carcinoma de pequenas células. Estreitamento do lúmen, compressão extrínseca, lesão na mucosa e secreção endobrônquica prevalecem no adenocarcinoma.

Keywords : Neoplasias pulmonares [diagnóstico]; Neoplasias pulmonares [classificação]; Broncoscopia.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese