SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue5Proposed short-term model of acute allergic response, without adjuvant use, in the lungs of miceFactors associated with complications of community-acquired pneumonia in preschool children author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal Brasileiro de Pneumologia

Print version ISSN 1806-3713

Abstract

COELHO, Cristina Martins; CARVALHO, Rosa Maria de; GOUVEA, David Sérgio Adães  and  NOVO JUNIOR, José Marques. Comparação entre parâmetros de pressões respiratórias máximas em indivíduos saudáveis. J. bras. pneumol. [online]. 2012, vol.38, n.5, pp. 605-613. ISSN 1806-3713.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132012000500010.

OBJETIVO: Investigar quatro parâmetros de definição de pressão respiratória máxima e avaliar suas correlações e concordância para medidas de PImáx e PEmáx. MÉTODOS: Estudo transversal com 49 sujeitos saudáveis, eutróficos, de ambos os sexos, com média de idade de 23,08 ± 2,50 anos. As medidas foram realizadas utilizando-se um transdutor de pressão, e os parâmetros foram estimados a partir de um algoritmo matemático desenvolvido para a pesquisa: pressões de pico (Ppico), de platô (Pplatô), média máxima (Pmédia) e segundo a área (Párea). Foi empregada a estatística descritiva para caracterização da amostra, seguida por ANOVA para medidas repetidas e teste post hoc de Bonferroni ou teste de Friedman e teste post hoc de Wilcoxon, assim como correlações de Pearson ou Spearman, segundo a normalidade dos dados. A concordância entre as variáveis foi avaliada pelo método gráfico de Bland & Altman. RESULTADOS: Houve diferenças significativas entre todos os parâmetros, tanto para PImáx (Ppico = 95,69 ± 27,89 cmH2O; Párea = 88,53 ± 26,45 cmH2O; Pplatô = 82,48 ± 25,11 cmH2O; Pmédia = 89,01 ± 26,41 cmH2O; p < 0,05 entre todos) quanto para PEmáx (Ppico = 109,98 ± 40,67 cmH2O; Párea = 103,85 ± 36,63 cmH2O; Pplatô = 98,93 ± 32,10 cmH2O; Pmédia = 104,43 ± 36,74 cmH2O; p < 0,0083 entre todos). Houve baixa concordância entre a maior parte das medidas, sendo as diferenças entre os parâmetros maiores quanto mais elevados os valores pressóricos considerados. CONCLUSÕES: Os parâmetros avaliados não são intercambiáveis, sendo as diferenças entre eles maiores à medida que valores pressóricos mais elevados são atingidos.

Keywords : Sistema respiratório; Força muscular; Testes de função respiratória.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese