SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.6 número10Acceso a tratamiento antirretroviral para las poblaciones migrantes del sur Global índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Sur. Revista Internacional de Direitos Humanos

versión impresa ISSN 1806-6445

Resumen

CERNADAS, Pablo Ceriani. Controle migratório europeu em território africano: a omissão do caráter extraterritorial das obrigações de direitos humanos. Sur, Rev. int. direitos human. [online]. 2009, vol.6, n.10, pp. 189-214. ISSN 1806-6445.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-64452009000100010.

Os instrumentos normativos adotados pela União Européia (UE) para garantir a livre circulação entre os territórios de seus Estados-membros estão estreitamente ligados ao controle de suas fronteiras nacionais. Nos últimos dez anos foram criados diversos mecanismos para prevenir, controlar e punir a imigração irregular para a comunidade européia, cujo modelo migratório caracteriza-se por sua visão instrumental que burla os direitos fundamentais e reduz a imigração à mão-de-obra que seu mercado de trabalho necessita. A partir disso, derivam-se normas que reconhecem direitos conforme a nacionalidade e a condição migratória da pessoa. Nesse contexto, o artigo analisará, com um enfoque de direitos humanos, o que se supõe ser um "avanço" radical do processo de exteriorização, do ponto de vista físico, simbólico, político e também jurídico: as operações criadas para impedir a migração de pessoas em "cayucos" ou "pateras" para a Europa a partir das costas de países como Marrocos, Argélia, Senegal e Mauritânia.

Palabras llave : Controle Migratório; União Européia; Direitos Humanos; Extraterritorialidade; África.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español | Portugués | Inglés     · pdf en Español | Inglés | Portugués