SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 número3Estado nutricional de pinheira sob adubação orgânica do soloInfluência das variações climáticas na atividade de vôo das abelhas jandairas Melipona subnitida Ducke (Meliponinae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Ciência Agronômica

versão On-line ISSN 1806-6690

Resumo

BRAGA, Nathália da Silva; MORAIS, Camila Santos Barros de  e  ROSSETTO, Claudia Antonia Vieira. Hidratação controlada de sementes de pinhão manso. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2012, vol.43, n.3, pp. 589-597. ISSN 1806-6690.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902012000300023.

A hidratação controlada pode favorecer a germinação e o estabelecimento das plantas de diversas espécies. O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito do condicionamento fisiológico pela técnica da hidratação controlada seguida de secagem na qualidade fisiológica e no estabelecimento de plantas de pinhão manso. Por lote, foi estabelecida a curva de absorção de água pelas sementes. Posteriormente, as sementes foram imersas em água destilada (8 mL g-1), secas a 32 oC até atingir teor de água próximo ao inicial e submetidas aos testes de germinação e de vigor (primeira contagem, classificação de plântulas e emergência de plântulas em areia). Em casa de vegetação, as sementes foram distribuídas entre substrato plantmax. De acordo com resultados pode-se concluir que a hidratação promoveu o aumento do comprimento e da massa seca de plântulas e favoreceu a emergência de plântulas de pinhão manso. A sobrevivência das plantas provenientes apenas de sementes de qualidade fisiológica intermediária é beneficiada pela hidratação das sementes de pinhão manso.

Palavras-chave : Jathorpha curcas L.; Plantas e água; Germinação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português