SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 número4Contribution of amorphous material in the genesis of cohesive horizons of Ultisols in Ceara Coastal PlainsHeavy metals concentration in tree species used for revegetation of contaminated area índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Ciência Agronômica

versión On-line ISSN 1806-6690

Resumen

GAVA, Carlos Alberto Tuão  y  MENEZES, Michelly Elen Leal. Eficiência de isolados de Trichoderma spp no controle de patógenos de solo em meloeiro amarelo. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2012, vol.43, n.4, pp. 633-640. ISSN 1806-6690.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902012000400003.

Patógenos oriundos do solo têm se tornado uma forte limitação ao cultivo do meloeiro nas condições edafoclimáticas predominantes no Vale do Submédio São Francisco. Uma vez que o controle deste grupo de patógenos utilizando fungicidas tem se mostrado pouco eficiente, se faz necessário o desenvolvimento de alternativas que possam ser aplicadas ao manejo integrado das doenças causadas por estes patógenos. Com este objetivo, quatro isolados de Trichodema spp. foram avaliados quanto a habilidade para a colonização da rizosfera do meloeiro em condições controladas e a sua eficiência de controle de patógenos em condições de campo. Os experimentos foram realizados utilizando sementes de meloeiro tratadas com uma formulação de conídios dos fungos T. harzianum LCB47, T. viridae LCB48, T. koningii LCB49 e T. polysporum LCB50. Nas condições experimentais, os tratamentos LCB47, LCB48 e LCB49 apresentaram contagem de propágulos na rizosfera estatisticamente similares entre si (de 4,54; 5,81 e 5,66 log10 UFC g-1 de raiz, respectivamente) e significativamente superior ao LCB50 (3,21 log10 UFC g-1 de raiz). Em experimento de campo verificou-se que os tratamentos inoculados com os isolados LCB49 e LCB50 apresentaram incidência de doença similar entre si (24,7 e 28,6% de plantas sintomáticas, respectivamente) e eficácia de controle superior aos demais. Estes tratamentos resultaram em maior número de plantas no estande ao final do experimento e, consequentemente, em maior produtividade de frutos. Assim, conclui-se que os isolados T. koningii LCB49 e T. polysporum LCB50 apresentam potencial para uso no controle biológico de patógenos de solo do meloeiro no Vale do São Francisco.

Palabras llave : melão; patógenos de solo; controle biológico; biofungicidas.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués