SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 número4Determination of the genetic variation in Ajowan (Carum Copticum L.) populations using multivariate statistical techniquesAgronomic characterization and antioxidant potential of fruit from clones of the acerola plant índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Ciência Agronômica

versión On-line ISSN 1806-6690

Resumen

VASCONCELOS, Aurilene Araújo; INNECCO, Renato  y  MATTOS, Sérgio Horta. Influência de diferentes composições de substratos na propagação vegetativa de Gypsophila no litoral cearense. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2012, vol.43, n.4, pp. 706-712. ISSN 1806-6690.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902012000400012.

A espécie Gypsophila paniculata L., é conhecida popularmente como branquinha ou mosquitinho, pertence à família Caryophyllaceae e tem sido cultivada comercialmente como flor de corte. Sua propagação se dá através de mudas (estacas enraizadas). Este trabalho teve como objetivo avaliar o pó de coco e a casca de arroz carbonizada, isolados ou em misturas como substratos visando um bom enraizamento de estacas de Gypsophila paniculata. O trabalho foi conduzido na Fazenda Plurinvest Agropecuária e Turismo Ltda, Trairi-CE. O delineamento experimental foi inteiramente casualisado, sendo oito tratamentos e quatro repetições (10 estacas cada). Os tratamentos foram: pó de coco; pó de coco solarizado; pó de coco tratado com fungicida (Propamocarbe); pó de coco solarizado e tratado com fungicida; casca de arroz carbonizada; casca de arroz carbonizada tratada com fungicida; casca de arroz carbonizada + pó de coco solarizado; casca de arroz carbonizada + pó de coco solarizado e a mistura tratada com fungicida. Após 24 dias, em casa de vegetação com sombrite a 50% e sob irrigação por nebulização, foi avaliada matéria seca radicular (g), comprimento da maior raiz (cm) e comprimento da parte aérea (cm). Para as variáveis matéria seca da raiz, comprimento de raiz e comprimento de parte aérea, os substratos casca de arroz carbonizada (0,099 g; 5,50 cm e 6,2 cm respectivamente) e casca de arroz carbonizada + pó de coco solarizado (0,097 g; 5,40 cm e 6,1cm respectivamente) proporcionaram os melhores resultados na propagação vegetativa da Gypsophila paniculata.

Palabras llave : gipsofila; plantas-propagação por estaquia; substrato.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués