SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue4Feed intake and its prediction using the NRC, CNCPS and BR-Corte systems for confined young Zebu bullsYield and seed quality of cowpea as a function of nitrogen fertilization author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Ciência Agronômica

On-line version ISSN 1806-6690

Abstract

BITTENCOURT, Maria Aparecida Leão et al. Parasitóides (Braconidae) associados à Anastrepha (Tephritidae) em frutos hospedeiros do litoral sul da Bahia. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2012, vol.43, n.4, pp. 811-815. ISSN 1806-6690.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902012000400024.

Dentre os organismos que atuam no controle biológico natural dos tefritídeos, os representantes da família Braconidae constituem-se no mecanismo de parasitismo natural mais atuante, e na região Neotropical, representantes de Opiinae são os principais agentes de controle de Anastrepha. Este trabalho teve por objetivo conhecer a percentagem de parasitismo e as espécies de braconídeos associados às fruteiras cultivadas em municípios da região Litoral Sul da Bahia. No período de agosto de 2005 a março de 2008, coletaram-se frutos hospedeiros de moscas-das-frutas de diversas espécies botânicas, e dos frutos foram obtidas as seguintes espécies de Anastrepha: A. fraterculus, A. obliqua, A. bahiensis, A serpentina, A. sororcula e A. zenildae. Do total de 838 exemplares de braconídeos, 21,36% foram da espécie Utetes anastrephae (Viereck), provenientes de cajá, carambola, goiaba, manga e pitanga; 4,42% da espécie Asobara anastrephae (Muesebeck) obtidos dos frutos de cajá, carambola e goiaba, e apenas um exemplar da espécie Opius bellus Gahan (0,12%) que emergiu da amostra de goiaba. A espécie Doryctobracon areolatus (Szépligeti) (74,10%) foi predominante e emergiu dos pupários provenientes de todos os frutos hospedeiros coletados, provavelmente pela maior eficiência desta espécie em localizar as larvas dos tefritídeos. A percentagem média de parasitismo de Anastrepha spp. foi de 4,45%.

Keywords : pragas agrícolas-controle biológico; parasitismo; frutas-cultivo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese