SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 issue1Kinetic drying of cupuaçu pulp (Theobroma grandiflorum) pre-dehydrated by immersion-impregnationValue and prediction of critical content-level to assess the nitrogen status of the potato author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Ciência Agronômica

On-line version ISSN 1806-6690

Abstract

ALENCAR, Ernandes Rodrigues de et al. Qualidade pós-colheita de banana cv. "nanicão" ozonizada. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2013, vol.44, n.1, pp. 107-114. ISSN 1806-6690.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902013000100014.

Esse trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade físico-química, microbiológica e sensorial da banana ozonizada por via seca e por via úmida. Para o tratamento por via seca, os frutos foram fumigados diretamente com ozônio por 30 minutos. Para o tratamento da banana por via úmida, efetuou-se a ozonização da água por 20 min, e em seguida imersão dos frutos na água ozonizada por 10 min. Em ambos os tratamentos a concentração do gás e a vazão utilizadas foram 0,36 mg L-1 e 1,5 L min-1, respectivamente. A qualidade dos frutos foi avaliada no início do armazenamento e aos 3; 6; 9 e 12 dias. Analisaram-se as variáveis: perda de massa fresca (PMF), acidez total titulável, sólidos solúveis totais, pH, relação polpa/casca, índice de cor da casca, severidade de podridões, análise microbiológica (contagem total de fungos e leveduras) e análise sensorial. Em geral, os frutos imersos em água ozonizada foram os que apresentaram melhor qualidade ao longo do armazenamento, tanto no que se refere aos parâmetros físico-químicos quanto aos microbiológicos, e tiveram boa aceitação sensorial entre os provadores. Dessa forma, concluiu-se que o tratamento com água ozonizada é uma nova alternativa para manejo pós-colheita de banana.

Keywords : Banana; Frutas-conservação; Alimentos-análise sensorial.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English