SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número1Crescimento, trocas gasosas e produtividade do amendoim sob frequência de irrigaçãoVida útil pós-colheita de goiaba cv. 'Paluma' submetida ao resfriamento rápido por ar forçado índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ciência Agronômica

versão On-line ISSN 1806-6690

Resumo

SANTOS, Júlio César Neves dos et al. Uso da terra e a dinâmica do estado trófico em reservatório do semiárido tropical. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2014, vol.45, n.1, pp.35-44. ISSN 1806-6690.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902014000100005.

O processo de eutrofização de corpos aquáticos tem se tornado um sério problema em diferentes partes do globo, sobretudo em regiões áridas e semiáridas no qual o armazenamento d'água ocorre principalmente em reservatórios superficiais. Objetivou-se com este trabalho investigar a variabilidade espacial e sazonal da qualidade da água em reservatório do semiárido tropical, quanto ao seu estado trófico bem como identificar as fontes de aportes de nutrientes ao reservatório. Essa pesquisa foi realizada no reservatório Orós, segundo maior do estado do Ceará-Brasil. As coletas foram realizadas bimestralmente no período de abril/08 a abril/10, em sete pontos de amostragem, sendo seis nos principais afluentes do reservatório e o sétimo logo a jusante da barragem. O estudo considerou as seguintes variáveis: fósforo total, transparência e a clorofila "a". Para a avaliação do estado trófico foi aplicado o Índice de Estado Trófico (IET) modificado de Carlson. Foram elaborados mapas da dinâmica espacial e sazonal da qualidade das águas do reservatório. De acordo com os valores médios do fósforo total (> 0,050 mg L-1), as águas enquadram-se na classe eutrófica. As maiores concentrações de clorofila "a" foram verificadas na estação seca, com valores variando de 3,8 a 26,5 µg L-1, expressando elevadas variações temporais e espaciais. As águas apresentaram-se estróficas, quanto ao IET médio, em todos os pontos amostrados. Os resultados indicam uma deterioração da qualidade da água e uma necessidade de intervenções destinadas a reduzir o lançamento de resíduos e, consequentemente, melhorar o estado trófico das águas do açude Orós.

Palavras-chave : Recursos hídricos; Reservatórios; Qualidade de água.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons