SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número1Vida útil pós-colheita de goiaba cv. 'Paluma' submetida ao resfriamento rápido por ar forçadoConteúdo de DNA nuclear e número cromossômico de genótipos de Brachiaria spp. índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ciência Agronômica

versão On-line ISSN 1806-6690

Resumo

MACHADO, Levi Pompermayer; MATSUMOTO, Silvia Tamie; CUZZUOL, Geraldo Rogério Faustini  e  OLIVEIRA JR, Luiz Fernando Ganassali. Influência do cultivo em laboratório em espécies Rhodophyta: avaliações fisiológicas e potencial antifúngico contra fitopatógenos. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2014, vol.45, n.1, pp.52-61. ISSN 1806-6690.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902014000100007.

O presente estudo verificou as alterações ocorridas na fisiologia de três espécies de Rhodophyta por meio da análise da concentração de pigmentos e de carboidratos não estruturais, avaliando comparativamente algas coletadas da natureza e após 28 dias de cultivo em laboratório. Outro objetivo do estudo foi determinar se as espécies mantêm o potencial antifúngico após o período de cultivo em laboratório, correlacionando as mudanças ocorridas na fisiologia com as de bioatividade. Após a realização de cultivo em laboratório os resultados indicaram a tendência de redução nas concentrações de pigmentos nas três espécies de macroalgas, principalmente para as ficobiliproteínas. Para os carboidratos não estruturais não foi observado padrão de resposta das macroalgas em relação às condições avaliadas. Os extratos das macroalgas Ochtodes secundiramea e Palisada flagellifera, após cultivo em laboratório, apresentaram aumento significativo do potencial antifúngico positivamente correlacionado com a alteração na concentração e nas razões de clorofila a e pigmentos acessórios. A aplicação de técnicas de cultivo em laboratório das macroalgas foi uma ferramenta eficiente para o conhecimento da fisiologia, obtenção de biomassa e de compostos com aplicação biotecnológica, sem impactar populações naturais.

Palavras-chave : Fisiologia vegetal; Macroalgas; Carboidratos não estruturais; Pigmentos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons