SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número4Controle do capim-braquiária associado à nutrição com boro no cultivo do mogno-africano em sistema silvipastorilÓleos essenciais vegetais para a redução da intensidade da podridão mole em couve-chinesa índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ciência Agronômica

versão On-line ISSN 1806-6690

Resumo

GOMES, Kever Bruno Paradelo; MARTINS, Rosana de Carvalho Cristo; MARTINS, Ildeu Soares  e  GOMES JUNIOR, Francisco Guilhien. Avaliação da morfologia interna de sementes de Terminalia argentea (Combretaceae) pelo teste de raios X. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2014, vol.45, n.4, pp.752-759. ISSN 1806-6690.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902014000400013.

As espécies florestais, particularmente as de Cerrado, são caracterizadas pela alta ocorrência de predação, frutos vazios e deficiência na formação do embrião. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a morfologia interna de sementes de Terminalia argentea Mart. et Zucc. pelo teste de raios X e verificar a sua relação com a germinação. O experimento foi conduzido no Laboratório de Análise de Imagens do Departamento de Produção Vegetal da Escola Superior "Luis de Queiroz" na cidade de Piracicaba, SP. Três lotes de sementes de T. argentea foram coletados e levados ao Laboratório onde se procederam as análises radiográficas com 200 sementes de cada lote. As sementes foram posicionadas a 28,0 cm da fonte de emissão de raios X, utilizando o equipamento digital Faxitron X-ray, modelo MX-20 DC 12. Em seguida as sementes foram classificadas de acordo com a morfologia interna visualizada nas imagens radiográficas, sendo estabelecidas três categorias: sementes Cheias, Vazias e Mal formadas. Para cada categoria de sementes realizou-se o teste de germinação. O delineamento estatístico utilizado foi em esquema fatorial, com três lotes e três categorias. Pelos resultados obtidos neste trabalho, a utilização do teste de raios X em sementes de Terminalia argentea é promissora na detecção da qualidade dos frutos dos lotes de sementes, auxiliando na separação de sementes vazias e com anormalidades embrionárias, inviabilizando seu uso de imediato ou para armazenamento. O teste de raios X, na intensidade de 26 kV por 1,2 segundos é eficiente na avaliação da morfologia interna de sementes de Terminalia argentea.

Palavras-chave : Análise de imagens; Espécie arbórea do Cerrado; Germinação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons