SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 número4Práticas agrícolas no cultivo da mandioca e suas relações com o escoamento superficial, perdas de solo e águaEfeitos da redução de açúcar nas características estruturais de bolos tipo esponja índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ciência Agronômica

versão impressa ISSN 0045-6888versão On-line ISSN 1806-6690

Resumo

GASPARINI, Kaio Allan Cruz et al. Zoneamento agroclimático da cultura do açaí (Euterpe oleracea Mart.) para o estado do Espírito Santo. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2015, vol.46, n.4, pp.707-717. ISSN 0045-6888.  http://dx.doi.org/10.5935/1806-6690.20150057.

Os produtos do açaí (Euterpe oleracea Mart.) apresentam grande importância econômica e cultural no Brasil com um crescente mercado consumidor. Com intuito de fornecer bases para ampliação desse cultivo em outros estados, buscou-se elaborar o zoneamento agroclimático para essa cultura no estado do Espírito Santo. Para tanto, utilizou-se de dados meteorológicos de 110 estações de órgãos governamentais e da ferramenta geotecnológica ArcGIS 10.1 para espacializar os dados de temperatura, precipitação e déficit hídrico e depois reclassificá-las para a geração do zoneamento. Os resultados demonstraram que 20,74% da área total do Espírito Santo possui zonas aptas a essa cultura, localizadas nas regiões Nordeste, Serrana e Sul, sendo Linhares o município com maior aptidão. Embora a maior parte do estado tenha algum tipo de restrição que limita o cultivo, seja da variável déficit hídrico, seja da precipitação, algumas técnicas podem minimizar tais restrições. Logo, torna-se viável a implantação da cultura do açaí no estado do Espírito Santo de acordo com as variáveis temperatura, precipitação e déficit hídrico.

Palavras-chave : Geotecnologias; Déficit hídrico; Temperatura; Classes de aptidão.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )