SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 número4Níveis de suplementação alimentar sobre as características qualitativas carne de caprinos mestiços terminados na caatingaEquações de predição dos valores energéticos do farelo de soja para suínos em crescimento com validação ex post índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ciência Agronômica

versão impressa ISSN 0045-6888versão On-line ISSN 1806-6690

Resumo

COSTA, Jandson Vieira et al. Comportamento em pastejo e ingestivo de caprinos em sistema silvipastoril. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2015, vol.46, n.4, pp.865-872. ISSN 0045-6888.  http://dx.doi.org/10.5935/1806-6690.20150075.

Foi avaliado o efeito das diferentes idades de rebrotação da Leucaena leucocephala, associada a gramíneas forrageiras sobre o consumo de forragem e o comportamento de caprinos em sistema silvipastoril. Adotou-se o delineamento inteiramente casualizado com três tratamentos e cinco repetições. Avaliou-se três idades de rebrotação da leucena 45; 60 e 75 dias, com cinco dias de ocupação. O estrato herbáceo foi manejado com idades de 30 dias de rebrotação; foram utilizadas fêmeas mestiças da raça Anglonubiana, cujo comportamento em pastejo foi observado a cada dez minutos, das 8h às 17h. Durante as atividades realizadas pelos animais como ruminação, ócio, deslocamento e pastejo, identificou-se qual a fonte de alimento, se leucena ou estrato herbáceo. A cada duas horas foram aferidas taxa de bocados, levando em consideração o tempo gasto pelos animais para a realização de 20 apreensões. Para a avaliação do consumo foi realizado um teste de pastejo em três dias de ocupação do piquete. O tempo de pastejo foi a atividade mais executada pelos animais com 7,34h e não diferiu significativamente (P>0,05) entre as idades de rebrotação, seguido pelos tempos de deslocamento (1,36h), ruminação (0,51h), e ócio (0,39h). Não houve diferença significativa (P>0,05) para a taxa de bocados, massa de forragem total, taxa de ingestão, e consumo diário. O manejo das idades de rebrotação da leucena em sistema silvipastoril contribui de forma satisfatória para a produção de forragem de leucena e de gramíneas forrageiras e não interfere no comportamento em pastejo e ingestivo de caprinos.As gramíneas constituem-se no componente de maior preferência da dieta dos caprinos no sistema silvipastoril: leucena-gramíneas forrageiras.

Palavras-chave : Caprinos; Leucena (Leucaena Leucocephala); Nutrição animal.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )