SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.47 issue1Agronomic characteristics of the castor bean as affected by cultivation method and planting densityEstimate of vigour in seeds and seedlings of Bixa orellana L. author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Ciência Agronômica

Print version ISSN 0045-6888On-line version ISSN 1806-6690

Abstract

SILVA, André Costa da et al. Extrato vegetal, fosfito e sulfato de zinco no controle do oídio em eucalipto. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2016, vol.47, n.1, pp.93-100. ISSN 0045-6888.  http://dx.doi.org/10.5935/1806-6690.20160011.

O objetivo do trabalho foi avaliar a eficácia de um extrato vegetal obtido a partir de folhas de cafeeiro infectadas por Hemileia vastatrix (NEFID), do fosfito de zinco, sulfato de zinco e da mistura desses nutrientes com o extrato NEFID, no controle do oídio em eucalipto. O experimento foi conduzido em minijardim clonal, contendo minicepas do híbrido Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis (“urograndis”), considerado altamente suscetível ao oídio. Os tratamentos consistiram da aplicação do extrato NEFID, do sulfato ou fosfito de zinco e a combinação desses nutrientes com o extrato nas proporções de 50:50, 25:75 e 75:25, respectivamente. As aplicações dos tratamentos e as avaliações da severidade da doença foram feitas a cada 14 dias. Foram avaliados também os efeitos dos tratamentos sobre a produção e a porcentagem de enraizamento das mini-estacas, além da ação fungitóxica direta dos tratamentos sobre o Oidium eucalypti através da microscopia eletrônica de varredura. Todos os tratamentos foram eficientes no controle do oídio em minicepas de eucalipto, obtendo controles que variaram de 45-70% da doença. O extrato vegetal NEFID, o fosfito de zinco, a mistura desses dois produtos e o tratamento contendo 25% Sulfato de zinco + 75% NEFID foram os que obtiveram melhores controles do oídio, sendo mais eficiente que o fungicida à base de piraclostrobina + epoxiconazole usado no controle do patógeno. Verificou-se que todos os tratamentos foram fungitóxicos, causando grandes modificações na sua morfologia. Os tratamentos não afetaram negativamente a produção de mini-estacas e a porcentagem de enraizamento.

Keywords : Oidium eucalypti; Eucalyptus spp; Controle alternativo; Microscopia eletrônica de varredura; Produção e enraizamento de miniestacas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )