SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.47 issue1Estimate of vigour in seeds and seedlings of Bixa orellana L.Variations in desiccation tolerance in seeds of Eugenia pyriformis: dispersal at different stages of maturation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Ciência Agronômica

Print version ISSN 0045-6888On-line version ISSN 1806-6690

Abstract

CABRAL, Pablo Diego Silva et al. Relação causa e efeito de caracteres quantitativos sobre a capacidade de expansão do grão em milho-pipoca. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2016, vol.47, n.1, pp.108-117. ISSN 0045-6888.  http://dx.doi.org/10.5935/1806-6690.20160013.

O conhecimento do sentido e do grau de associação entre duas ou mais características pode contribuir para aumentar a eficiência na seleção de genótipos superiores. Objetivou-se com esse trabalho avaliar as correlações fenotípicas, genotípicas e ambientais, bem como os efeitos diretos e indiretos da análise de trilha para a seleção mais apropriada, via capacidade de expansão e seus componentes primários e secundários, em híbridos dialélicos de milho-pipoca. Para tanto, 90 híbridos dialélicos e a testemunha (IAC 112) foram semeados em safra e safrinha em Campos dos Goytacazes - RJ, de acordo com o delineamento em blocos casualizados. As características avaliadas foram: ciclo (CO); altura da planta (AP); altura da espiga (AE); diâmetro do colmo (DC); massa de cem grãos (M100); capacidade de expansão do grão (CE); produtividade de grãos (PG); prolificidade (PR); comprimento do grão (CG), largura do grão (LG) e espessura do grão (EG). Procederam-se as análises de correlação fenotípica (rf), genotípica (rg) e ambiental (ra) e após, realizou-se o desdobramento dos coeficientes de correlação simples em efeitos diretos e indiretos sobre a variável principal CE, obtidos pela análise de trilha. Os resultados demonstraram uma alta correlação genotípica negativa e significativa entre CE e PG de -0,67, evidenciando a dificuldade de obtenção de híbridos com alta CE e PG, simultaneamente. A M100 e a PG são as variáveis com maior associação, porém contrária, com capacidade de expansão. O CG e LG têm influência direta negativa e EG positiva sobre a capacidade de expansão.

Keywords : Análise de trilha; Correlação; Híbridos dialélicos; Zea mays L..

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )