SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 número3Volatilização de amônia de fertilizantes nitrogenados aplicados sobre palhada de cana-de-açúcarCorrelação espacial do residual do herbicida 2,4-D com atributos do solo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ciência Agronômica

versão impressa ISSN 0045-6888versão On-line ISSN 1806-6690

Resumo

ROS, Clovis Orlando Da; MATSUOKA, Marcia; SILVA, Rodrigo Ferreira da  e  SILVA, Vanderlei Rodrigues da. Interferência da variação vertical de fósforo no solo e do estresse hídrico no crescimento de milho, soja e girassol. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2017, vol.48, n.3, pp.419-427. ISSN 0045-6888.  http://dx.doi.org/10.5935/1806-6690.20170049.

A forma de distribuição do fósforo (P) no solo interfere na disponibilidade do nutriente e pode afetar o crescimento das plantas. O objetivo do trabalho foi comparar o crescimento e a acumulação de P nas plantas de milho, soja e girassol em gradientes verticais do nutriente no solo com e sem estresse hídrico. O delineamento foi o inteiramente casualizado com cinco repetições, no esquema fatorial 3 x 2: três gradientes de P em profundidade no solo (decrescente, crescente e nulo) e duas condições de disponibilidade de água no solo (sem e com estresse hídrico). Os gradientes de P em profundidade foram doses decrescentes de P2O5 (300; 200; 100 e 0 mg dm-3); doses crescentes (0; 100; 200 e 300 mg dm-3) e doses iguais (150 mg dm-3), aplicadas nas camadas intermediárias entre 0,0-5,0; 5,1-10,0; 10,1-15,0 e 15,1-20,0 cm. Foi quantificada a altura, a massa seca e o acúmulo de P na parte aérea e nas raízes das plantas. Os dados foram submetidos à análise da variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey (p < 0,05). A forma de distribuição do P no solo não interferiu no crescimento e no acúmulo do nutriente na soja. A localização da adubação fosfatada na camada superficial ou em subsuperfície favoreceu maior crescimento e P acumulado no milho e girassol em comparação com a distribuição uniforme do nutriente na camada de 0-20 cm. O aumento da adubação fosfatada em profundidade não aumentou o crescimento e o acúmulo de P nas três culturas, mesmo em condições de estresse hídrico.

Palavras-chave : Água no solo; Raízes; Massa seca; Acúmulo de nutrientes.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )