SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 número5SPEPerformance do feijão-caupi BRS Itaim em relação à densidade de plantio e sistemas de semeadura convencional e diretaInteração genótipos x ambientes em feijão-caupi via modelos mistos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ciência Agronômica

versão impressa ISSN 0045-6888versão On-line ISSN 1806-6690

Resumo

ROCHA, Maurisrael de Moura et al. Adaptabilidade e estabilidade produtiva de genótipos de feijão-caupi semieretos no Nordeste do Brasil via REML/BLUP. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2017, vol.48, n.5spe, pp.862-871. ISSN 0045-6888.  http://dx.doi.org/10.5935/1806-6690.20170102.

O feijão-caupi é cultivado em diferentes condições edafoclimáticas da região Nordeste do Brasil. Devido à existência da interação entre genótipos e ambientes, torna-se necessário selecionar e desenvolver cultivares para essa região com alta produtividade, estabilidade e adaptabilidade. Este trabalho teve como objetivo selecionar linhagens de feijão-caupi de porte semiereto, simultaneamente, para alta produtividade, adaptabilidade e estabilidade genotípica na região Nordeste do Brasil, via procedimento REML/BLUP. Foram avaliados 20 genótipos de porte semiereto, sendo 15 linhagens e cinco cultivares, em 37 ambientes da Região Nordeste, no período de 2013 a 2015. Os experimentos foram conduzidos em condições de sequeiro, em delineamento de blocos completos casualizados, com quatro repetições. A adaptabilidade e estabilidade genotípica foram avaliadas via procedimento REML/BLUP. A variância ambiental foi o maior componente da variância fenotípica e a interação genótipos x ambientes foi do tipo complexa, com a produtividade de grãos variando de 277 kg ha-1 (Serra Talhada-PE, 2015) a 2.845 kg ha-1(São Raimundo das Mangabeiras-MA, 2013) e média geral de 1.342 kg ha-1. De acordo com as estimativas de média harmônica de desempenho relativo de valores genotípicos (MHPRVG), as linhagens MNC04-795F-153 e MNC04-795F-159 reúnem simultaneamente alta produtividade, estabilidade e adaptabilidade genotípica, podendo ser indicadas com maior probabilidade de sucesso para o cultivo nos ambientes de avaliação da região Nordeste do Brasil.

Palavras-chave : Vigna unguiculata; Produtividade de grãos; Interação genótipos x ambientes; Modelos Mistos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )