SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 número4Compostos bioativos e atividade antioxidante de frutas tropicais cultivadas no Submédio do Vale do São FranciscoQualidade fisiológica de sementes de cultivares de aveia branca em resposta à aplicação de trinexapac-ethyl índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ciência Agronômica

versão impressa ISSN 0045-6888versão On-line ISSN 1806-6690

Resumo

CARVALHO, Alexandre Alves de; BERTOLUCCI, Suzan Kelly Vilela; SILVA, Sâmia Torres  e  PINTO, José Eduardo Brasil Pereira. Crescimento e voláteis na micropropagação de Erva-de-Santa-Maria. Rev. Ciênc. Agron. [online]. 2018, vol.49, n.4, pp.624-635. ISSN 0045-6888.  http://dx.doi.org/10.5935/1806-6690.20180071.

Objetivou-se com o presente trabalho estabelecer a micropropagação para Chenopodium ambrosioides L. e análise de constituintes voláteis in vitro em função de diferentes concentrações de sais do meio MS e de sacarose. As gemas apicais foram estabelecidas em meio MS acrescido de 3% de sacarose. O crescimento vegetativo dos segmentos nodais foi testado em diferentes concentrações de sais do meio básico MS (0,25; 0,50; 1,00; 1,50 e 2,00) e de sacarose (5; 10; 20; 30 e 40 g L-1). Segmentos nodais e apicais foram testados nas orientações vertical e horizontal. Diferentes volumes de meio de cultura (20; 35; 50; 65 e 80 mL) foram examinados no crescimento de segmentos nodais. As plantas foram aclimatizadas em três diferentes substratos. Os segmentos apicais coletados de plantas matrizes obtiveram sucesso ao estabelecerem-se em meio MS. Uma taxa de multiplicação de 8,5 foi obtida com segmento nodal e apical sem a utilização de regulador de crescimento. O meio MS com sua concentração de sais reduzida pela metade (0,50 MS) e a sacarose na concentração de 30 g L-1 proporcionaram melhor crescimento in vitro de segmentos nodais. Quatro principais compostos voláteis (α-terpineno, p-cimeno, Z-ascaridol e E-ascaridol) variaram nas diferentes concentrações de sais e para as concentrações de sacarose, apenas o α-terpineno apresentou diferença. Segmentos apicais na orientação vertical e segmentos nodais na horizontal, com 50 mL de meio de cultura, apresentaram melhores respostas para o cultivo in vitro de C. ambrosioides L.

Palavras-chave : Chenopodium ambrosioides L.; Planta medicinal; Cultura de tecidos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )