SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número2Avaliação da desmineralização do esmalte por meio de radiografias convencional, digital e digitalizadaAvaliação da atividade antimicrobiana de cada um dos componentes do cimento de Grossman índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Brazilian Oral Research

versão impressa ISSN 1806-8324
versão On-line ISSN 1807-3107

Resumo

SOARES, Janir Alves et al. Efeito da instrumentação automatizada e da associação hidróxido de cálcio e clorexidina na anti-sepsia de canais radiculares de cães. Braz. oral res. [online]. 2006, vol.20, n.2, pp.120-126. ISSN 1806-8324.  http://dx.doi.org/10.1590/S1806-83242006000200006.

Este estudo objetivou avaliar a anti-sepsia do sistema de canais radiculares (SCR) e da região periapical (RP) proporcionada pela instrumentação automatizada associada a medicação intracanal à base de hidróxido de cálcio + clorexidina. Lesões periapicais crônicas foram induzidas em 26 raízes de pré-molares de dois cães. Após amostragem microbiológica, procedeu-se à instrumentação automatizada de 18 canais radiculares (CR) utilizando-se o sistema Profile e a solução de hipoclorito de sódio a 5,25%, com irrigação final com EDTA a 14,3%, seguida de irrigação profusa com soro fisiológico. Após se secarem os canais, foi colocada em seu interior uma pasta à base de hidróxido de cálcio P.A. associada à solução de digluconato de clorexidina a 2%. Transcorridos 21 dias, removeu-se a medicação, deixando-se os CR vazios e selados coronariamente. Após 96 horas, obteve-se a amostra microbiológica final e realizou-se o processamento histomicrobiológico pelo método de Brown & Brenn. Oito CR sem tratamento endodôntico representaram o grupo controle (G-C). Pelo teste de Mann-Whitney ao nível de 5% (p < 0,05), os procedimentos de anti-sepsia utilizados proporcionaram significativa eficácia (p < 0,05), resultando em 100,0% de CR livres de microrganismos. No G-C, verificou-se elevada incidência de vários morfotipos microbianos em todos os sítios do SCR e colônias microbianas na RP. Em contrapartida, no grupo experimental, verificou-se um padrão de infecção do SCR similar, mas menos intenso e reduzida presença de infecção extrarradicular (p < 0,05). Concluiu-se que a adequada instrumentação seguida da aplicação do hidróxido de cálcio + clorexidina proporcionou significativa eliminação de microrganismos.

Palavras-chave : Endodontia; Microbiologia; Hidróxido de cálcio; Clorexidina.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons