SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 número6Perfil epidemiológico de pacientes atendidos em um Serviço de Controle da Dor OrofacialIdosos com maior potencial de resiliência podem estar mais satisfeitos com os serviços odontológicos? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Odontologia da UNESP

versão On-line ISSN 1807-2577

Resumo

QUENZER, Júlia Polezi et al. Influência de elásticos corrente na degradação de forças ortodônticas – estudo in vitro. Rev. odontol. UNESP [online]. 2015, vol.44, n.6, pp.320-325.  Epub 06-Out-2015. ISSN 1807-2577.  http://dx.doi.org/10.1590/1807-2577.0075.

Introdução

Os elásticos corrente são acessórios indispensáveis no tratamento ortodôntico, e suas propriedades de grande interesse para o profissional, a fim de obter maior controle sobre os movimentos dos dentes.

Objetivo

Avaliar a influência da marca comercial e comprimento da cadeia espaçadora de elásticos corrente na degradação de força.

Material e método

Foram utilizadas ligaduras elásticas ortodônticas em cadeia, tipo curto, médio e longo das marcas: Rocky Mountain (RMO), TP e GAC. Os elásticos, contendo elos correspondentes a 12,5 mm, foram tensionados entre pinos de aço na máquina de ensaio universal Instron 4411 até 25 mm. O valor foi anotado. Após a aferição inicial da força, os elásticos foram fixados em placa de resina acrílica e mantidos distendidos a 25 mm. Foram inseridas em recipiente contendo água deionizada e mantidas em estufa a 37 °C. A leitura da força dos elásticos foi feita nos tempos de 24 horas, 48 horas, 7 dias, 14 dias, 21 dias e 28 dias. Os dados foram submetidos ao teste estatístico apropriado, com nível de significância de 5%.

Resultado

Os elásticos TP apresentaram força significativamente maior em todos os períodos. Os elásticos GAC e RMO apresentaram forças estatisticamente semelhantes. Os elásticos TP cadeia curta e longa apresentaram força significativamente maior que os elásticos cadeia média. Para GAC e RMO os elásticos curto apresentaram força maior que os médios e este maior que os longos.

Conclusão

A cadeia espaçadora e a marca comercial influenciaram nos resultados obtidos, reforçando a importância do conhecimento dos tipos de elástico.

Palavras-chave : Elastômeros; ortodontia; elasticidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )