SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número1Características do uso de produtos derivados do tabaco entre universitários do curso de Odontologia em uma Universidade de CuritibaModelagem e validação 3D de um premolar para análise de elementos finitos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Odontologia da UNESP

versão On-line ISSN 1807-2577

Resumo

MICHELON, Carina et al. Eficácia da irrigação ultrassônica passiva na remoção de material obturador durante o retratamento endodôntico. Rev. odontol. UNESP [online]. 2016, vol.45, n.1, pp.15-20.  Epub 12-Fev-2016. ISSN 1807-2577.  http://dx.doi.org/10.1590/1807-2577.02814.

Introdução

O retratamento endodôntico requer a remoção de todos os materiais obturadores para a limpeza, o preparo e a obturação subsequentes do canal radicular.

Objetivo

Avaliar a eficácia da Irrigação Ultrassônica Passiva (IUP) na remoção de material obturador residual após a desobturação com sistema rotatório de níquel-titânio.

Material e método

Dezoito raízes mesiais de molar inferior com istmos foram preparadas e obturadas. A obturação foi removida com o sistema rotatório ProTaper Retratamento e limas manuais tipo K. Os espécimes foram randomizados em dois grupos (n = 9), ambos irrigados com NaOCl a 2,5% e EDTA a 17%. No grupo Convencional, a seringa de irrigação foi utilizada. No grupo da IUP, a técnica da IUP foi usada. As raízes foram seccionadas longitudinalmente e avaliadas em estereomicroscópio. O teste t de Student foi usado para comparar os grupos e o modelo linear geral foi usado para comparar os terços cervical, médio e apical dentro de cada grupo, no que diz respeito a porcentagem de material obturador residual.

Resultado

Não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos, independentemente do terço do canal radicular analisado (P> 0.05). No grupo da IUP, o terço apical mostrou uma porcentagem significativamente mais alta de material obturador residual quando comparado aos terços cervical (P = 0.038) e médio (P= 0.029).

Conclusão

A IUP não foi mais eficaz do que a técnica convencional na remoção de material obturador remanescente durante o retratamento endodôntico em canais radiculares com anatomia complexa.

Palavras-chave : Irrigação; retratamento; canal radicular; ultrassom.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )