SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número1Eficácia das manobras de desbridamento no preparo químico-mecânico quanto à desinfecção no terço apical em molares humanosInfluência dos métodos de um ou dois estágios para polimerização de próteses totais na adaptação e movimentação de dentes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Odontologia da UNESP

versão On-line ISSN 1807-2577

Resumo

DIAS, Gisele Fernandes et al. As mudanças químicas e de dureza na dentina decidua desmineralizada tratada com fluoreto e cimento de ionômero de vidro. Rev. odontol. UNESP [online]. 2016, vol.45, n.1, pp.33-40.  Epub 26-Jan-2016. ISSN 1807-2577.  http://dx.doi.org/10.1590/1807-2577.08815.

Introdução

O fluoreto desempenha importante papel no controle da cárie dental.

Objetivo

Avaliar as trocas químicas entre cimentos de ionômero de vidro de alta viscosidade (CIV) e dentina decídua com aplicação de fluoreto de sódio (NaF) a 2% em alterações de dureza dentinária a partir da incorporação de cálcio, fosfato e fluoreto.

Material e método

Cavidades Classe I foram preparadas em 40 molares hígidos divididos em 2 grupos (n=20), de acordo com a condição dentinária: hígida (1) e desmineralizada (2). Subgrupos (n=10) foram formados para avaliar a ação isolada do CIV ou associado com NaF (F). Este estudo in vitro avaliou as trocas químicas sob duas condições: dentina hígida e desmineralizada (ciclagem de pH) para simular a perda mineral que ocorre em lesões de cárie. Grupo G1 e G2 receberam restaurações de CIV; Grupos G1F e G2F receberam NaF antes do CIV. Os espécimes foram preparados para microdureza Knoop e Micro-Raman. Para análise estatística foi utilizada Anova 2 fatores (α = 0.05). Os dados do Micro-Raman foram descritos qualitativamente.

Resultado

O aumento de dureza foi observado em todos os sítios de contato direto com CIV, em ambas dentinas em todos os grupos (p<0.001); não foi observado diferença em microdureza após aplicação do NaF (p>0.05). Na avaliação do Micro-Raman, o contato direto do CIV/dentina tanto hígida quanto desmineralizada resultou em um aumento do pico do fosfato dentinário.

Conclusão

As trocas químicas entre o CIV e dentina desmineralizada podem induzir mudanças das propriedades mecânicas do substrato e a captação de íons minerais (fosfato) ocorre sem a influência do NaF.

Palavras-chave : Cimentos de ionômero de vidro; dentina; tratamento restaurador atraumático; cárie dentária; fluoreto.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )