SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número2Analysis of the hardness of a new restorative material for ART: Glass CarbomerCoverage of Miller class I and II gingival recessions treated with subepithelial connective tissue graft, acellular dermal matrix, and enamel matrix proteins. Pilot study índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Revista de Odontologia da UNESP

versión On-line ISSN 1807-2577

Resumen

BARBOSA, Jurandir Antonio; ELIAS, Carlos Nelson  y  BASTING, Roberta Tarkany. Avaliação do atrito produzido por bráquetes autoligados, convencionais e Barbosa Versátil. Rev. odontol. UNESP [online]. 2016, vol.45, n.2, pp.71-77.  Epub 19-Ene-2016. ISSN 1807-2577.  http://dx.doi.org/10.1590/1807-2577.09515.

Introdução

O bráquete Barbosa Versátil apresenta um desenho que pode promover menor resistência friccional e maior deslize. No entanto, nenhum estudo in vitro avaliou seu mecanismo de deslize e resistência ao atrito, mesmo quando comparado com outros bráquetes autoligados ou convencionais.

Objetivo

Comparar a resistência ao atrito entre bráquetes autoligados (EasyClip/ Aditek, Damon MX/ Ormco e In Ovation R/ GAC), convencionais (Balance Roth/ GAC, and Roth Monobloco/ Morelli) e o bráquete Barbosa Versátil (Barbosa Versatile/ GAC) com diferentes angulações e fios.

Material e método

Os bráquetes foram avaliados com fios de aço inox 0.014", 0.018", 0.019"×0.025" e 0.021"×0.025", com angulações de 0, 5, 10, 15 e 20 graus. Amarrias foram realizadas com ligaduras elastoméricas para os bráquetes convencionais e para o Barbosa Versátil, enquanto que se utilizou o sistema de fechamento próprio para os bráquetes autoligados. A máquina de teste universal foi utilizada para as avaliações de resistência ao atrito entre os bráquetes e fios.

Resultado

ANOVA em esquema fatorial 4 × 5 × 6 (bráquetes × angulação × fios) e o teste de Tukey mostraram que houve diferenças significativas para todos os fatores e interações (p<0,0001). Houve menor resistência ao atrito para o bráquete Barbosa Versátil e maior para os bráquetes Roth Monobloco e Balance.

Conclusão

Menor resistência ao atrito foi obtida com o bráquete Barbosa Versátil e com os autoligados em comparação com os bráquetes convencionais. O aumento do diâmetro dos fios aumenta a resistência ao atrito. Menores angulações promovem menor resistência ao atrito.

Palabras clave : Fricção; fios ortodônticos; bráquetes ortodônticos.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )