SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.47 número2Influência da temperatura de armazenamento na viabilidade de Streptococcus mutansAvaliação da prevalência e classificação dos canais mandibulares bífidos em exames de TCFC nos diferentes tipos faciais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Odontologia da UNESP

versão impressa ISSN 0101-1774versão On-line ISSN 1807-2577

Resumo

GARBIN, Cléa Adas Saliba; AMARAL, Marcelo Augusto; GARBIN, Artênio José Ísper  e  SALIBA, Tânia Adas. Análise lexical do Código de Ética Odontológica. Rev. odontol. UNESP [online]. 2018, vol.47, n.2, pp.79-84. ISSN 0101-1774.  http://dx.doi.org/10.1590/1807-2577.11617.

Introdução

O Código de Ética Odontológica (CEO), Resolução CFO-118 de maio de 2012, é um documento que preconiza a atuação ética dos profissionais registrados no Conselho Federal de Odontologia, com a intenção de orientação, reflexão e normatização do exercício profissional.

Objetivo

Analisar o conteúdo do CEO vigente, de forma a identificar aspectos relevantes abordados neste documento.

Material e método

Realizou-se uma pesquisa documental, descritiva, do CEO de 2012. Os conteúdos textuais dos artigos, parágrafos e incisos da Resolução CFO-118/2012 foram processados pelo software IRAMUTEQ e analisados pelas técnicas lexicográficas de Classificação Hierárquica Descendente (CHD), Análise de Similitude e Nuvem de Palavras.

Resultado

Na análise quantiqualitativa do corpus textual, foram observadas 5.340 palavras, com média de 89,0 palavras por artigo do CEO. Do total, foram encontradas 1.417 palavras distintas e 1.073 destas, que apresentaram média superior a 3,1 ocorrências por artigo, foram incluídas pelo software na CHD. Esta classificação resultou em seis classes: “Equipe de Saúde”, “Relacionamento Profissional-Paciente”, “Vedações”, “Publicidade e Propaganda”, “Conjunto Normativo” e “Prestação de Serviços”, sendo esta última a mais prevalente (20,1%) e caracterizada pelas palavras: tratamento (χ2=35,6), custo (χ2 =16,5) e trabalho (χ2=16,1). A partir das seis classes, foram identificados três grandes ramos: profissional (29,2%), assistencial (39,3%) e publicidade e propaganda (31,5%).

Conclusão

A análise léxica demonstrou valorização da prestação de serviços, priorização do ramo assistencial da profissão e de virtudes relacionadas ao profissional, segundo análise do CEO de 2012.

Palavras-chave : Análise qualitativa; códigos de ética; ética odontológica.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )