SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue3Anthropometric and physiological profile of Brazilian rugby athletesThe brazilian state's interferences in soccer and the supportes' statute author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte

Print version ISSN 1807-5509

Abstract

MOREIRA, Osvaldo Costa et al. Associação entre risco cardiovascular e hipertensão arterial em professores universitários. Rev. bras. educ. fís. esporte (Impr.) [online]. 2011, vol.25, n.3, pp. 397-406. ISSN 1807-5509.  http://dx.doi.org/10.1590/S1807-55092011000300005.

A hipertensão arterial é uma das mais importantes causas modificáveis de morbi-mortalidade cardiovascular precoce na população adulta mundial, além de ser fator de risco independente para doenças cardiovasculares. Assim objetivou-se verificar a associação entre indicadores de risco cardiovascular e hipertensão arterial em professores universitários. Foram avaliados 145 professores da Universidade Federal de Viçosa (UFV), no ano de 2009, analisando-se as variáveis: sexo, idade, índice de massa corporal (IMC), relação cintura/quadril (RCQ), circunferência abdominal (CA), percentual de gordura (%G), colesterol total (CT), triacilglicerol (TG), glicose, pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD) de repouso e consumo máximo de oxigênio (VO2máx). Utilizou-se o teste ANOVA one way para comparação entre indivíduos normotensos e pré-hipertensos e hipertensos. Calculou-se a razão de chances de desenvolvimento de quadros de PA elevada entre os indivíduos que apresentavam níveis indicativos de risco cardiovascular. Todos os tratamentos possuíram nível de significância de p < 0,05. Os homens apresentaram valores significativamente maiores para idade, peso, estatura, IMC, RCQ, CA, PAS e PAD. Já as mulheres possuíam um %G significativamente elevado. Os indivíduos com níveis pressóricos elevados apresentaram valores maiores para todas as variáveis, à exceção do VO2máx. Observou-se associação os fatores de risco e elevação da PA somente para as variáveis: sexo, idade, IMC, CA, %G e TG. Conclui-se que o gênero, a idade, o IMC, a circunferência abdominal, o percentual de gordura corporal e os triacilgliceróis foram considerados indicadores de risco cardiovascular por apresentarem associação com a hipertensão arterial na amostra de professores avaliados.

Keywords : Epidemiologia; Doença crônica; Hipertensão arterial; Risco cardiovascular.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese