SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue3Muscle damage: systemic inflammatory response after maximal eccentric actionsComparison of myoelectric activity of gluteus maximus and biceps femoris between parallel and lunge squat author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte

Print version ISSN 1807-5509

Abstract

CUQUETTO, Douglas Colombi; MILL, José Geraldo  and  AMARAL, Fabian Tadeu do. Influência do uso de fluoxetina sobre o tempo de corrida em esteira ergométrica em ratos não treinados. Rev. bras. educ. fís. esporte [online]. 2012, vol.26, n.3, pp. 375-381. ISSN 1807-5509.  http://dx.doi.org/10.1590/S1807-55092012000300003.

Trabalhos de diferentes autores constataram que, um aumento na concentração de serotonina (5-HT) no cérebro, durante exercício físico intenso e prolongado, está diretamente relacionado a um prejuízo na função do Sistema Nervoso Central (SNC), com correspondente desenvolvimento da fadiga e consequente diminuição do desempenho. No presente trabalho, 10 ratos Wistar foram submetidos a sessões de corrida até o esgotamento físico em esteira rolante. Os protocolos experimentais foram divididos em quatro fases: Fase 1 - avaliação do tempo médio de corrida dos animais até o esgotamento físico; Fase 2 - avaliação do tempo médio de corrida dos animais até o esgotamento físico, sob tratamento com fluoxetina; Fase 3 - "washout" de sete dias; Fase 4 - "washout" de 14 dias. Este estudo sugere que a administração crônica de fluoxetina aumenta substancialmente o tempo médio de corrida até o esgotamento físico em ratos submetidos a exercício em esteira rolante.

Keywords : Fluoxetina; Sistema nervoso; Exaustão.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese