SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número4Motivos de abandono na prática de ginástica artística no contexto extracurricularAnsiedade estado pré-competitiva em atletas de voleibol infanto-juvenis índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Educação Física e Esporte

versão impressa ISSN 1807-5509versão On-line ISSN 1981-4690

Resumo

BIANCHINI, Josiane Aparecida Alves et al. Intervenção multiprofissional melhora a aptidão física relacionada à saúde de adolescentes com maior efeito sobre as meninas em comparação aos meninos. Rev. bras. educ. fís. esporte [online]. 2016, vol.30, n.4, pp.1051-1059. ISSN 1807-5509.  http://dx.doi.org/10.1590/1807-55092016000401051.

Este estudo teve como objetivo verificar as diferenças entre as respostas de meninos e meninas a um programa multiprofissional de tratamento da obesidade sobre a aptidão física relacionada à saúde. Fizeram parte do estudo 163 adolescentes com excesso de massa corporal e idade entre 10 e 18 anos. Foram avaliados parâmetros antropométricos, composição corporal, flexibilidade, força e resistência abdominal e aptidão cardiorrespiratória antes e após 16 semanas de intervenção multiprofissional. A intervenção multiprofissional contou com a participação de profissionais de educação física, nutrição, psicologia e pediatria e teve como foco principal o incentivo a mudanças nos hábitos alimentares e de atividade física que pudessem promover alterações positivas nos parâmetros analisados. A intervenção teve frequência semanal de três sessões, sendo uma hora de intervenções teóricas com os profissionais de educação física, nutrição e psicologia e a outra hora destinada à prática regular de exercícios físicos, com predominância de exercícios físicos resistidos, aeróbios e prática de basquetebol. Após a intervenção tanto as meninas quanto os meninos apresentaram melhoras significativas nas variáveis IMC, circunferência de cintura e quadril, massa gorda relativa e absoluta, massa magra, flexibilidade, força/resistência abdominal e aptidão cardiorrespiratória, porém com resultados mais expressivos para as meninas sobre a circunferência de cintura, gordura corporal (kg), VO2max e força/resistência abdominal.

Palavras-chave : Adolescente; Obesidade; Aptidão física; Estudos de intervenção.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )