SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 número3Diagnóstico pré-natal e evolução perinatal de 38 casos de hérnia diafragmática congênita: 8 anos de experiência de um serviço terciário brasileiro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Clinics

versão impressa ISSN 1807-5932

Resumo

NAKANO, Lívio et al. Avaliação objetiva da isquemia de membros superiores: uso do dinamômetro isocinético. Clinics [online]. 2006, vol.61, n.3, pp. 189-196. ISSN 1807-5932.  http://dx.doi.org/10.1590/S1807-59322006000300002.

OBJETIVO: O objetivo deste trabalho é apresentar um método para a avaliação da limitação funcional causada por doença arterial oclusiva de artéria subclávia: o teste de esforço utilizando o dinamômetro isocinético. MÉTODO: Pacientes com trombose unilateral de artéria subclávia foram selecionados, reunindo 23 pacientes no Grupo com doença arterial oclusiva de artéria subclávia. Sete pacientes com idade semelhante, sem doença arterial em membros superiores foram incluídos, formando o grupo controle. Para a realização do teste, utilizou-se o dinamômetro isocinético CYBEX® 6000. O cotovelo foi testado em séries consecutivas de 30 repetições do movimento de extensão e flexão, até que se atingisse o máximo de 270 repetições (9 séries), ou até que se alcançasse o limite do membro testado. RESULTADO: Inicialmente comparou-se todos os membros sem doença arterial dos dois grupos, para analisar se apresentavam desempenho semelhante. Não houve diferença estatística entre os grupos em relação a todos os parâmetros estudados. Comparou-se então, os dois membros de cada paciente do Grupo doença arterial oclusiva de artéria subclávia. Em todos os parâmetros analisados, os membros com doença arterial oclusiva de artéria subclávia apresentaram diferença estatística (p < 0.05) em relação aos membros controle, o que foi objetivamente atribuído à isquemia. (Foram registrados diferentes graus de limitação entre os paciente, o que permite estimar objetivamente o grau de limitação causado pela isquemia causada pela oclusão da subclávia) CONCLUSÃO: Este teste de esforço permite que pacientes com isquemia de membros superiores sejam avaliados e estratificados, conforme o grau de sua limitação funcional, o que facilitará a escolha da melhor terapêutica para cada caso e a obtenção de parâmetros para comparação do resultado de diferentes tratamentos e para o seguimento clínico em longo prazo.

Palavras-chave : Isquemia; Extremidade Superior [irrigação sangüínea]; Teste de esforço [instrumentação]; Claudicação intermitente; Pressão arterial; Síndrome do roubo subclávio.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês