SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 issue3Prenatal diagnosis and perinatal outcome of 38 cases with congenital diaphragmatic hernia: 8-year experience of a tertiary Brazilian centerAnatomical and functional outcomes of feminizing genitoplasty for ambiguous genitalia in patients with virilizing congenital adrenal hyperplasia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Clinics

Print version ISSN 1807-5932On-line version ISSN 1980-5322

Abstract

MACCHETTI, Alexandre Henrique et al. Linfócitos T CD4+ tumor infiltrantes no câncer de mama inicial refletem envolvimento linfonodal. Clinics [online]. 2006, vol.61, n.3, pp.203-208. ISSN 1807-5932.  http://dx.doi.org/10.1590/S1807-59322006000300004.

INTRODUÇÃO: O papel do sistema imunológico na patogênese e progressão do câncer de mama ainda é controverso, e isto nos estimulou a verificar a associação do imunofenótipo dos linfócitos tumor infiltrantes do câncer de mama inicial com a disseminação de células tumorais para os linfonodos axilares. MÉTODOS: Amostras tumorais de 23 pacientes com câncer de mama inicial do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP) foram obtidas no momento da biópsia e depois submetidas ao método de digestão enzimática para a extração dos linfócitos tumor infiltrantes. Os linfócitos extraídos foram analisados por citometria de fluxo com anticorpos monoclonais nas seguintes combinações: CD3 FITC/CD19 PE, CD3 FITC/CD4 PE, CD3 FITC/CD8 PE, e CD16/56 PerCP, específicos para imunofenotipagem de linfócitos T e B, linfócitos T helper, linfócitos citotóxicos, e células Natural Killer. Os valores médios destas subpopulações leucocitárias foram comparados entre grupos de pacientes com ou sem metástases linfonodais. RESULTADOS: O valor médio do infiltrado por linfócitos T foi 24,72±17,37%, para o infiltrado por linfócitos B foi 4,22±6,27%, e para o infiltrado por células Natural Killer foi 4,41±5,22%, e para o infiltrado por linfócitos T CD4+ e CD8+ foram, respectivamente, 12,43±10,12% e 11,30±15,09%. Os valores médios do infiltrado por células T e T CD4+ foram maiores no grupo de pacientes com metástase axilar, enquanto nas outras subpopulações nada foi encontrado. CONCLUSÃO: A associação dos linfócitos T CD4+ tumor infiltrantes com metástases linfonodais sugere um papel destas células na disseminação das células neoplásicas aos linfonodos dos pacientes com câncer de mama inicial.

Keywords : Câncer de Mama; Citometria de Fluxo; Linfócitos; Células Natural Killer.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License